UOL Notícias Especial Trânsito
 
A mudança da classe alta das regiões centrais para o subúrbio é um dos fatores da piora das condições do tráfego nas grandes cidades latino-americanas, afirma estudo realizado pelo Citigroup.

Com as pessoas morando mais longe do trabalho, aumenta o tempo médio que se gasta no trânsito, contribuindo para os congestionamentos.

O estudo cita nominalmente as regiões de Alphaville e Tamboré, em São Paulo, como resultado de uma "expansão explosiva de áreas suburbanas".

O mesmo acontece na Cidade do México, onde se expandiu rapidamente o distrito de Santa Fé, e em Buenos Aires, em que se viu crescimento forte das regiões de Tigre, Pilar e Escobar.

Os dados fazem parte de uma pesquisa do Citigroup que vê os problemas de tráfego como limitadores do crescimento econômico na América Latina.

Segundo o estudo, o Brasil tem uma perda de produtividade de cerca de 5% devido aos congestionamentos de automóveis.

Além do crescimento dos subúrbios, o excesso de veículos e a insuficiência do sistema de transporte público também são apontados pelo Citi como importantes fatores dos congestionamentos de automóveis.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    11h49

    -0,38
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h59

    0,02
    65.290,83
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host