UOL Notícias Especial Trânsito
 
Considerado pelos especialistas como uma obra fundamental para desafogar o trânsito em Salvador, o metrô acumula cinco anos de atraso. Pelo cronograma inicial, as obras do primeiro trecho (13 km) deveriam ser entregues à população em 2003.

Cinco anos depois, a extensão da primeira etapa foi reduzida para apenas seis quilômetros, mas o metrô ainda não foi concluído, apesar das constantes promessas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e dos governantes baianos.

"Com exceção de Salvador, todas as grandes cidades brasileiras têm metrô", disse o engenheiro Sílvio Andrade. "O fato é que, a obra que desafogaria o trânsito em Salvador, tem contribuído para aumentar os engarrafamentos."

De fato, as interdições feitas pelas empresas em algumas avenidas importantes para a realização de obras no metrô e as greves dos operários nos últimos 12 meses proporcionaram mais congestionamentos na cidade.

Nove anos depois do seu início, o metrô ainda não saiu do papel, mas o custo do projeto aumentou muito. O valor inicial previsto para o projeto era de US$ 315 milhões, sendo que US$ 150 milhões seriam financiados pelo Banco Mundial (Bird). Com os constantes atrasos no cronograma, o metrô, quando concluído, não custará menos de R$ 1 bilhão, segundo a Secretaria de Transportes de Salvador.

Devido à falta de recursos do governo federal, a obra foi dividida em duas etapas. A primeira ligará a Lapa ao Acesso Norte, com previsão de quatro estações. De acordo com a prefeitura, cerca de 90% das obras civis estão concluídas e a inauguração desta etapa deverá acontecer no final deste ano ou no primeiro semestre de 2009. Já a segunda, que ligará o Acesso Norte até o bairro de Pirajá, no subúrbio de Salvador, terá três estações, mas não tem previsão para o início de funcionamento.

"Comecei a fazer faculdade no centro da cidade em 2001 e esperava que as obras terminassem antes de concluir o curso para voltar para casa de metrô. Agora, já estou finalizando a minha pós-graduação e as obras ainda estão em andamento. Espero não terminar o doutorado esperando para pegar o trem. Aqui, a gente já apelidou de metrô calça-curta, por causa de sua pequena extensão", brinca o publicitário César Santos.

Compra de trens
Segundo a Secretaria de Transportes, os seis primeiros trens começam a desembarcar em Salvador nos próximos meses. Os equipamentos custaram aos cofres públicos cerca de US$ 35 milhões e irão transportar até 1.400 passageiros.

O valor da passagem está estimado atualmente em R$ 2,70, mas a tendência é que a tarifa seja subsidiada pelo Governo Federal para ficar em cerca de R$ 2.

"O metrô, em sua primeira etapa, vai transportar apenas 1.400 passageiros por viagem, o que é muito pouco. Salvador é uma cidade de quase três milhões de habitantes. É preciso mais investimento público no setor, além de estimular os motoristas para a utilização do transporte solidário. A média de usuários por veículo na cidade é de apenas 1,3, ou seja, usamos um transporte individual", disse o professor José Dias Santos, que tem pós-graduação em trânsito.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host