UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA

- Saiba quem é
Fernando Rodrigues



22/07/2006
Progresso eleitoral

Por Fernando Rodrigues
Brasília - DF


Se há um aspecto institucional da democracia brasileira que evolui é o processo de automatização do processo eleitoral. Neste ano, o Brasil terá a maior eleição informatizada do planeta, com 126 milhões de pessoas habilitadas a votar eletronicamente. Pode parecer pouco diante de tantos mensaleiros e sanguessugas, mas impressiona quando se compara à lentidão das votações recentes e complicadas (tudo ainda nas velhas cédulas de papel) em países como México e Peru.

Agora, a Justiça Eleitoral acaba de oferecer outro presente inédito para os brasileiros conectados à internet. No endereço eletrônico do TSE (www.tse.gor.br) estão relacionados todos os 19 mil candidatos inscritos para concorrer a algum cargo em outubro. Não só os nomes e dados pessoais, mas também a lista completa dos seus patrimônios declarados e quanto pretendem gastar na campanha. É tudo ficção, dirão os céticos. Essa é uma verdade possível. Muitos políticos devem mentir ao dizerem o que possuem. Se for mesmo assim, trata-se agora de uma lorota contada em público, na frente dos, pelo menos, 32 milhões de brasileiros com acesso à internet.

Até a última eleição, o interessado em perscrutar a declaração de bens de um político dependia da boa vontade dos TREs. Agora, esse obstáculo foi eliminado. Antes, era difícil identificar se um candidato dizia ter um Fusca e andava de Mercedes pela sua cidade. Com a transparência oferecida pela Justiça Eleitoral, esse político passará a ter de se explicar aos eleitores locais. É um avanço enorme. Com essa decisão, o TSE se redime em grande parte de seus titubeios sobre as regras da eleição de outubro. Num país com tão poucas boas notícias, essa é uma que alivia um pouco o ambiente político.


COLUNAS ANTERIORES IMPRIMIR ENVIE POR EMAIL