UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA

- Saiba quem é
Fernando Rodrigues



07/10/2006
Onda estancada

Por Fernando Rodrigues
Brasília - DF


A pesquisa Datafolha publicada hoje é uma vitória para a campanha reeleitoral do presidente Lula. O petista tem 50% contra 43% para o tucano Geraldo Alckmin. Outros 3% votam em branco ou nulo. E 4% estão indecisos. A aparente onda que empurrou Lula para o segundo turno dá sinais de que pode estar estancada. Por enquanto. O horário eleitoral começa no meio da semana que vem.

O petista desta vez se comprometeu a ir a debates na TV -o primeiro é amanhã à noite, na TV Bandeirantes. Ainda haverá muita oportunidade para que apareçam as imagens do dinheiro sujo usado no dossiê encomendado por petistas para atacar adversários. Um detalhe relevante a ser dito é que os votos dados para a ultra-esquerdista Heloísa Helena (PSOL) continuam migrando mais para Alckmin do que para Lula. Outra evidência de que a definição de ideologia no Brasil merece mais estudos por parte dos especialistas.

O recado dessa pesquisa Datafolha parece ser claro, além do óbvio estancamento da sangria dos votos de Lula: os efeitos do "dossiegate" e das imagens do dinheiro sujo já estariam em fase crepuscular. As TVs usaram as cenas de maneira escancarada por vários dias -embora o trágico acidente com o avião da Gol tenha concorrido com imagens também chocantes.

É cedo para saber o impacto da campanha pesada dos próximos dias. Também é imprevisível a reação dos petistas expulsos ontem do partido, acusados de trambicagens no "dossiegate". Sem contar que o partido torrou Ricardo Berzoini, que até outro dia sonhava ser presidente da Câmara. Todos esses fios desencapados impedem previsões para o desfecho do processo. Mas é inegável que Lula está hoje mais aliviado do que no domingo passado.



COLUNAS ANTERIORES IMPRIMIR ENVIE POR EMAIL