UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA

- Saiba quem é
Fernando Rodrigues



09/07/2007
"Prerrogativa legal"

Por Fernando Rodrigues
Brasília - DF


Duas reportagens ontem na Folha chamam a atenção para o quanto "este país" ainda está distante de alcançar um estágio mais avançado de cidadania.

Um texto tratou da liberação de documentos secretos nos EUA. Outro era a respeito das viagens de ministros lulistas em aviões da FAB.
No caso norte-americano, os brasileiros são mais uma vez humilhados por terem de se contentar em conhecer sua história apenas e quando o "grande irmão do Norte" libera papéis por força de uma legislação auto-imposta em 1966.

Os órgãos federais dos EUA são obrigados a divulgar seus segredos depois de passados 30 anos do fato. Graças a essa exigência, o repórter Rubens Valente teve acesso a íntegras de telegramas relatando um pedido de dom Paulo Evaristo Arns para que o governo norte-americano adotasse um embargo comercial contra o Brasil nos anos 70.

Já no episódio dos jatinhos da FAB, os repórteres Letícia Sander e Pedro Dias Leite enviaram pedidos de informação aos 37 ministros de Lula. Quem e para que usou, queriam saber. Só 28 responderam. Nove não deram nem pelota.

Pelo menos uma resposta veio com um contra-exemplo emblemático do lulismo. Assim reagiu Tarso Genro, ministro da Justiça: "É uma matéria [jornalística] muito primária saber se um ministro usa uma prerrogativa legal".

Tarso se refere ao fato de os jatinhos poderem, desde o governo FHC, transportar ministros para cima e para baixo -dentro da lei.
Por essa razão, talvez considere a pergunta impertinente. Também deve ter achado inoportuna a reportagem revelar um crescimento de 20% no uso dos aviõezinhos durante o apagão aéreo.

Felizmente, Tarso não tem meios de impedir a publicação de notícias desagradáveis. Por enquanto, ainda, é uma "prerrogativa legal" da mídia mostrar a vida boa dos ministros lulistas.


COLUNAS ANTERIORES IMPRIMIR ENVIE POR EMAIL