UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA

- Saiba quem é
Fernando Rodrigues



05/04/2010
Marta salva o PT paulista

Fernando Rodrigues
De Brasília


Aloizio Mercadante tem 13% das intenções de voto para o governo de São Paulo, segundo o Datafolha. Já Marta Suplicy lidera com 43% a disputa por uma das duas vagas paulistas no Senado.
Ambos, Mercadante e Marta são filiados ao mesmo partido, o PT. Pode-se argumentar que as coisas são mais fáceis para a ex-prefeita paulistana porque há duas vagas para o Senado. Mais ou menos. Pedi ao Datafolha uma estratificação da pesquisa. Nota-se então que Marta é a primeira opção de 29% dos eleitores -bem acima dos 13% de Mercadante. Outros 14% escolhem a petista como segundo voto.
Ainda faltam seis meses até outubro, mas Marta Suplicy é neste momento a grande puxadora de votos do PT em solo bandeirante.
A candidata a presidente pelo PT, Dilma Rousseff, amarga apenas 24% nas pesquisas na região Sudeste. Lula, ao ser reeleito em 2006, teve 37% dos votos no primeiro turno em São Paulo -seis pontos a menos do que Marta tem hoje para o Senado.
Um dos indicadores que mostram a solidez de uma candidatura para o Senado é ser a segunda opção de voto entre os eleitores de seus concorrentes. Nesse aspecto, Marta é a líder absoluta na disputa.
Tome-se como exemplo o eleitorado dos quatro principais adversários da petista. Pela ordem na pesquisa Datafolha, são os seguintes: Romeu Tuma (PTB), Orestes Quércia (PMDB), Netinho de Paula (PC do B) e Soninha (PPS).
Nada menos do que 25% dos eleitores de Tuma dizem votar em Marta como segunda opção. No caso de Quércia, o percentual sobe para 34%. Entre os que preferem Soninha e Netinho, as taxas registradas a favor da petista são de 28% e 27%, respectivamente.
Tudo considerado, Marta Suplicy por enquanto salva o PT de um fracasso eleitoral em São Paulo.


COLUNAS ANTERIORES IMPRIMIR ENVIE POR EMAIL