UOL Notícias
 

30/08/2009 - 12h24

Em Barretos, Brasil segue à frente e decide hoje Copa do Mundo de Rodeio

Rodrigo Bertolotto
Enviado especial do UOL Notícias
Em Barretos (SP)
Na segunda noite de montarias entre os cinco países que disputam a Copa do Mundo de Rodeio em Touros, as seleções do Brasil e Estados Unidos travaram uma briga em separado, pois se revezaram no primeiro lugar da noite.

Do torneio internacional, que acontece dentro da programação da 54ª Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos, participam ainda México, Canadá e Austrália.

Hoje à noite acontece a final. E Brasil entra em vantagem, com 954,25 pontos, contra 868 dos EUA e 601 do Canadá. A Austrália soma 345,5. Já o lanterninha México tem apenas 86,75 pontos.

O técnico da seleção brasileira é Adriano Moraes, único tricampeão mundial no esporte rodeio, título que conseguiu vencendo três vezes o torneio da PBR, a liga profissional dos EUA.

Antes do início das competições da noite disse que "repetiria o sucesso da noite anterior, quando das dez montarias, houve aproveitamento em sete". Na noite de sábado, a seleção brasileira teve o mesmo número de aproveitamentos, porém, com notas superiores as do primeiro dia de competições.

A maior foi de Renato Nunes, montando o touro Guedes, que obteve 88,5 pontos. Renato, por enquanto, está invicto nesta Copa. O destaque ficou com a polêmica frase de Adriano ao final da noite quando disse ao microfone para o público que lotou o Estádio de Rodeio do Parque do Peão: "Amanhã vamos parar em todos os touros e ganhar esta Copa com duas montarias de diferença."

A seleção dos Estados Unidos, ficou em segundo lugar com uma diferença de 86,25 pontos. Mas seu técnico, J. W. Hart, disse que "a Copa ainda não terminou, e o resultado só sairá no final".

A Copa do Mundo é realizada por meio de uma parceria da PBR (Professional Bull Riders, a liga norte-americana da modalidade) e o clube Os Independentes, entidade que realiza a Festa do Peão.

Cada seleção disputa o torneio com cinco competidores, comandados por um técnico que é o responsável pela escalação dos peões sobre os touros sorteados pela organização.

Em cada dia acontecem dois tempos em que cada seleção realiza cinco montarias. Como são cinco seleções competindo, são 50 montarias por dia, sendo 25 no primeiro tempo e 25 no segundo tempo.

Em cada um dos tempos, o técnico escolhe apenas três das cinco notas possíveis, imediatamente após cada montaria (tem um minuto para decidir se descarta a montaria, o que exige que o técnico se arrisque como em um jogo de cartas).

A soma das três notas do primeiro tempo, mais as três notas do segundo tempo é que dá o resultado de cada noite. As notas são atribuídas por quatro juízes de diferentes nacionalidades, Brasil, Estados Unidos, Austrália e Canadá.

A equipe campeã receberá um prêmio de 100 mil dólares. Esta é a terceira edição da Copa do Mundo. Até hoje foram realizadas duas competições: uma na Austrália, em 2007, vencida pelo Brasil, e outra no México, em 2008, na qual os Estados Unidos venceram.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,78
    4,016
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h23

    -0,30
    93.627,80
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host