UOL Notícias
 
20/08/2010 - 07h10

De olho no turismo, Festa do Peão de Barretos começa com show de Ana Carolina

Fabiana Uchinaka
Enviada especial do UOL Notícias
Em Barretos (SP)
  • Ana Carolina se apresenta no primeiro dia da Festa do Peão de Barretos (19/08/2010)

    Ana Carolina se apresenta no primeiro dia da Festa do Peão de Barretos (19/08/2010)

A 55ª edição da maior festa do peão da América Latina começou nesta quinta-feira (19) em Barretos, no interior de São Paulo, com muito rodeio, muita comida e muita música. O evento, que espera reunir 800 mil nos dez dias de festa, é marcado pela abundância --uma tentativa de reverter as perdas do ano passado, quando a chuva espantou o público.

A cantora norte-americana Mariah Carey foi convocada para dar um brilho a mais na festa. Ela vai se apresentar no sábado (21), em um palco espacial, no primeiro show internacional em nove anos. "Queremos voltar a ter 1 milhão de visitantes", explicou o presidente da comitiva Os Independentes, Marcos Murta, responsável pelo evento.

No primeiro dia do rodeio aconteceram as primeiras eliminatórias do circuito. Foram dez provas de team penning, dezesseis de bulldog e dez de três tambores. Na disputa mais esperada de todas, a montaria em touros, 30 competidores entraram na arena para levantar poeira e domar os nervosos animais na busca dos melhores tempos. Durante a festa, serão disputados R$ 500 mil em prêmios.

O movimento mais intenso é registrado durante o final de semana, quando chegam os turistas. Mas nesta quinta-feira muitas pessoas, principalmente moradores da cidade, compareceram para a cerimônia de abertura e o show da cantora Ana Carolina, que subiu no palco por volta de 0h e colocou o público sertanejo para cantar.

Preparação para a Copa

O ministro do Turismo, Luiz Barretto, visitou nesta quinta-feira o Parque do Peão e afirmou que a festa de Barretos fará parte do circuito a ser explorado pelo turismo durante a realização da Copa do Mundo de 2014, que terá como sede o Rio de Janeiro.

Segundo ele, o Brasil “não é só praia, carnaval e futebol” e deve divulgar suas festas regionais, que movimentam muito dinheiro e são responsáveis por empregar direta e indiretamente cerca de 12 mil pessoas.

“A preparação da Copa do Mundo não pode parar um minuto sequer. O Brasil não vai ver a Copa apenas das sedes. Barretos, por exemplo, vai fazer parte do calendário. Temos que movimentar todos os destinos turísticos, selecionamos 55. E nisso as parcerias são fundamentais”, defendeu.

Entenda o que é cada prova

Team Penning: simula o trabalho dos peões no campo. Três cavaleiros precisam separar três novilhos e colocar em um cercado. São colocados 30 animais na arena, numerados de 0 a 9. O peão precisa colocar três do mesmo número, pré-determinado pelo juiz. A prova deve ser feita em no máximo 120 segundos.

Bulldog: o peão salta do cavalo em movimento, para agarrar o boi pelos chifres e derrubá-lo no chão. O animal só será considerado derrubado quando estiver deitado de lado ou de costas, com as quatro patas e a cabeça na mesma direção.

Três Tambores: prova de mulheres montando cavalos quarto-de-milha. O trio de tambores vazios de 200 litros é colocado em triângulo. A linha de partida fica a dez metros da base desse triângulo, com os tambores a 27,50 metros um do outro.

Bareback: o competidor monta sobre o pelo do cavalo em posição quase horizontal. Após sair do brete (parte de trás da arena), posiciona as duas esporas, sem pontas, no pescoço do animal e puxa, fazendo com que as pernas alcancem a alça do bareback (espécie de alça de couro que fica em cima do cavalo), que é segurada com a mão. A prova dura oito segundos.

Sela Americana: É o estilo de montaria mais antigo do rodeio americano. O competidor usa uma sela sem capa e precisa segurar uma corda de 1,20 m ligada ao cabresto. A outra mão não pode tocar qualquer parte do animal.

Cutiano: Estilo tipicamente brasileiro de montaria. O competidor fica no cavalo por oito segundos, enquanto ele sacoleja.

Montaria em touro: O atleta usa uma luva de couro e segura a corda americana com polacos (sinos). A outra mão deve ficar solta. O peão precisa ficar oito segundos sobre o touro, que sacoleja.
 

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    -0,22
    3,175
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h23

    1,12
    65.403,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host