Publicidade



:
China e Japão, cruzando a fronteira
Entrosada, defesa do Brasil não pode falhar contra o Paraguai, diz Parreira
Lucro da Eletrobrás cai 71% e fica em R$ 323 milhões em 2003
MSN reformula portal para brigar com Google e Yahoo!
'Scooby-Doo 2' lidera bilheterias dos EUA no fim de semana
Índia de Roraima vai à OEA contra governo brasileiro

Envie esta
notícia por email
Índice

Solteironas de todas as partes visitam Michoacán, no México
13h15 - 02/12/2003


Por Atenas Sifuentes Morelia (México), 2 dez (EFE).- Diz a tradição que para que uma mulher com idade avaçada consiga um marido deve castigar o Santo Antônio e colocá-lo de cabeça para baixo até encontrar seu príncipe encantado, um ritual que atrai muitas solteironas ao estado de Michoacán.

As mulheres casadoiras se aproximam da capital deste estado do litoral do Pacífico onde no "Canto das Solteironas", um salão anexo ao restaurante-galeria-museu "San Miguelito", existem 400 imagens do santo esperando por elas.

As imagens são feitas de todos os tipos de materiais, são de diferentes tamanhos e procedem de diversas épocas e países.

Mulheres esperançosas de conseguir um marido, provenientes de todos os estados do México e até de vários países da América Central e do Sul, vão convencidas para este lugar, pois Santo Antônio de Pádua é o único que pode fazer um milagre.

Em muitas partes do mundo acredita-se que o santo pode levar as solteiras aos braços do amado e assim foi pelo menos para cerca de 50 mulheres que, com a esperança de encontrar seu homem ideal, alcançaram seu objetivo no "Canto das Solteironas".

Com uma história de apenas oito anos, este lugar conseguiu consolidar 50 casamentos, embora existam provas indubitáveis de nove, pois algumas sortudas só informaram através de e-mail que encontraram o homem de suas vidas.

Para que Santo Antônio de Pádua atenda a solicitação da casadoira, segundo a tradição do "Canto das Solteironas", esta deve trazer treze moedas do mesmo valor, para oferecê-las a uma das imagens colocadas "de cabeça para baixo".

Posteriormente a solteirona tem que dar treze voltas em uma fonte colocada no centro do Cantinho, acender uma vela e rezar uma simpática oração, que é a seguinte: "Óh! Glorioso Santo Antônio, santo das mulheres, não me castigues e conceda-me um marido embora demores um pouco. Veja que eu já não resisto este louco afã de amar, atende Santo Antônio minhas preces pois não quero ficar.

"Não te peço um moço bonito, nem o quero com dinheiro. Seja um feio ou esfarrapado ou até um simples sertanejo. Também não quero exigir um flamejante deputado, mas um humano qualquer, seja apenas, viúvo ou divorciado.

"Não me importa que esteja machucado, que seja coxo ou esteja cego, pois se tu me deres assim é claro que eu o aceito. Ouça-me Tonho meu, veja-me santo glorioso, consegue-me um babão que se atreva a ser meu esposo.

"Olha se não fizeres e comigo fores ingrato, por Deus que te pesará pois de cabeça para baixo ficarás. Mas, verdade que escutarás minhas preces hoje? Bom o senhor Santo Antônio, santo da minha devoção só confio em ti e encha-me com tua bênção".

A proprietária do "San Miguelito", Cinthya Canelo, não sabe onde nem quando surgiu este ritual. Mas explicou que é conhecido por vizinhos do estado de Michoacán há muitos anos.

Ela afirmou que Santo Antônio de Pádua recebeu aproximadamente 15 mil solicitações de casamento deste lugar, pois as visitas são registradas em livros.

Cinthya Canelo disse quem teve a idéia de construir este salão anexo ao restaurante foi seu pai, Servando, quando ficou sabendo que Michoacán era o estado com maior número de mulheres solteiras de entre 30 e 40 anos.

"Quando meu pai me disse sua idéia eu me assustei, pois este lugar é muito tradicional, e pedi que não fizesse porque até poderiam nos linchar, mas ele tinha fé de que tudo sairia bem", relatou a mulher.

Segundo as tradições populares, Santo Antônio de Pádua pode encontrar um marido porque é o santo que se deve rezar para "encontrar" objetos perdidos.

Índice
LEIA SÓ
NOTÍCIAS DE:
Folha Online
UOL News
UOL Esporte
UOL Economia
UOL Tablóide
Mundo Digital
Veja Online
Vestibuol
UOL Diversão e Arte
UOL Música
Exame
BBC
The New York Times
Cox News Service
El País
Financial Times
Le Monde
Hearst Newspapers
The Boston Globe
TNYT News Service
USA Today
Consultor Jurídico
AFP Internacionais
AFP Negócios
AFP Esporte
AFP Diversão
Reuters Geral
Reuters Negócios
Reuters Esporte
Reuters Diversão
Lusa
UOL Rádios e TVs
UOL Corpo e Saúde
Notícias sobre o UOL
"© Agencia Efe". Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agencia Efe.