Publicidade



:
China e Japão, cruzando a fronteira
Entrosada, defesa do Brasil não pode falhar contra o Paraguai, diz Parreira
Lucro da Eletrobrás cai 71% e fica em R$ 323 milhões em 2003
MSN reformula portal para brigar com Google e Yahoo!
'Scooby-Doo 2' lidera bilheterias dos EUA no fim de semana
Índia de Roraima vai à OEA contra governo brasileiro

Envie esta
notícia por email
Índice

Estudante mata duas colegas dentro de escola em Salvador
17h20 - 28/10/2002


SALVADOR (Reuters) - Um estudante de 17 anos matou a tiros duas colegas em um colégio particular de Salvador, na manhã desta segunda-feira. O adolescente E.R. disparou contra Vanessa Carvalho Batista e Natasha Silva Ferreira, ambas de 15 anos, dentro da sala de aula da escola Sigma, localizada no bairro de classe média Jaguaribe, na orla da capital baiana.

Vanessa Carvalho Batista morreu na hora com um tiro na cabeça. Natasha Silva Ferreira foi internada em estado grave no Hospital Roberto Santos e, por falta de neurologista, foi transferida, no final da manhã, para o Hospital Geral do Estado. Natasha morreu por volta de 13h30, em consequência dos ferimentos dos tiros na cabeça, pulmão e pescoço.

O estudante E.R. foi detido por policiais militares e encaminhado para a Delegacia do Adolescente Infrator (DAI). A delegada Vera Rocha ouviu um depoimento preliminar, e informou que o adolescente não revelou o motivo dos disparos. O estudante seria encaminhado para o Ministério Público.

O crime que chocou a população soteropolitana aconteceu às 7h30. E.R. chegou atrasado para a aula, que iniciara às 7h15, e ouviu a cobrança da professora de matemática sobre um exercício que deveria ter sido feito em casa.

Segundo testemunhas, o jovem respondeu que tinha trazido o dever pronto e tirou da mochila um revólver 38 cano longo. A arma pertence à coleção particular do pai adotivo de E.R., um perito criminalista da Polícia Civil.

E.R. fez quatro disparos. Um atingiu o crânio de Vanessa Batista, que morreu na hora. Os outros três acertaram Natasha Ferreira. Depois de atirar, E.R. foi para a quadra do colégio, onde ficou sozinho até a chegada dos policiais.

De acordo com a polícia, o rapaz estava nervoso e ameaçando se matar. Ele só se entregou após ser convencido pelo irmão, de 21 anos.

Outros estudantes afirmaram que E.R. não tinha um bom relacionamento com as vítimas e que já tinha comentado sobre a intenção de matá-las.

Segundo eles, o adolescente era ridicularizado em público pelas garotas. Colegas de classe informaram que, há um mês, em uma gincana promovida pelo colégio, o adolescente discutiu com as vítimas por causa de pontos perdidos em uma das provas.

A direção do Colégio Sigma não permitiu a entrada da imprensa no estabelecimento e não atendeu a telefonemas de jornalistas.

Todas as aulas foram suspensas. O enterro de Vanessa Batista aconteceu no cemitério Jardim da Saudade, depois de as córneas dela terem sido doadas à Central de Transplantes.



Índice
LEIA SÓ
NOTÍCIAS DE:
Folha Online
UOL News
UOL Esporte
UOL Economia
UOL Tablóide
Mundo Digital
Veja Online
Vestibuol
UOL Diversão e Arte
UOL Música
Exame
BBC
The New York Times
Cox News Service
El País
Financial Times
Le Monde
Hearst Newspapers
The Boston Globe
TNYT News Service
USA Today
Consultor Jurídico
AFP Internacionais
AFP Negócios
AFP Esporte
AFP Diversão
Reuters Geral
Reuters Negócios
Reuters Esporte
Reuters Diversão
Lusa
UOL Rádios e TVs
UOL Corpo e Saúde
Notícias sobre o UOL
Reuters Limited - todos os direitos reservados. O conteúdo Reuters é de propriedade intelectual da Reuters Limited.
Qualquer cópia, republicação ou redistribuição do Conteúdo Reuters, inclusive por armazenamento rápido, enquadramento
ou outros meios semelhantes, estão expressamente proibidas sem o consentimento prévio por escrito da Reuters.
A Reuters não será responsável por quaisquer erros ou atrasos no Conteúdo,
ou por quaisquer medidas tomadas na ocorrência fos fatos ora descritos.