Publicidade



:
China e Japão, cruzando a fronteira
Entrosada, defesa do Brasil não pode falhar contra o Paraguai, diz Parreira
Lucro da Eletrobrás cai 71% e fica em R$ 323 milhões em 2003
MSN reformula portal para brigar com Google e Yahoo!
'Scooby-Doo 2' lidera bilheterias dos EUA no fim de semana
Índia de Roraima vai à OEA contra governo brasileiro

Envie esta
notícia por email
Índice

Freiras pacifistas podem pegar até 30 anos de prisão nos EUA
19h29 - 07/04/2003


Por Keith Coffman

DENVER (Reuters) - Três freiras católicas foram consideradas na segunda-feira culpadas por sabotagem e destruição de propriedade ao invadir um silo de mísseis do governo no norte do Colorado no ano passado em um protesto pacifista.

As freiras descreveram o que fizeram como um protesto contra a guerra e disseram que estavam apenas obedecendo ao pedido do presidente George W. Bush de destruir armas de destruição em massa.

Uma das irmãs, Carolyn Gilbert, virou-se para o júri quando o veredicto era lido e disse: "Nós não somos culpadas sob a lei de Deus e sob a lei internacional."

Outra freira, Ardeth Platte, ficou em silêncio, mas fez o sinal da cruz enquanto olhava para o júri, composto por seis homens e seis mulheres. A terceira acusada, Jackie Hudson, disse que elas nunca deveriam ser condenadas.

As três pacifistas que trabalhavam como professoras cortaram cabos e desenharam uma cruz com seu próprio sangue na tampa do silo Minuteman III, perto de Greeley, Colorado, em 6 de outubro, antes de serem presas pela polícia militar.

O juiz de distrito dos EUA, Robert Blackburn, disse que a sentença será dada em 25 de julho. As três religiosas, que têm entre 50 e 60 anos, podem pegar até 30 anos de prisão e ter que pagar uma fiança de até 250 mil dólares.

O júri chegou ao veredicto após seis horas e meia de deliberações.



Índice
LEIA SÓ
NOTÍCIAS DE:
Folha Online
UOL News
UOL Esporte
UOL Economia
UOL Tablóide
Mundo Digital
Veja Online
Vestibuol
UOL Diversão e Arte
UOL Música
Exame
BBC
The New York Times
Cox News Service
El País
Financial Times
Le Monde
Hearst Newspapers
The Boston Globe
TNYT News Service
USA Today
Consultor Jurídico
AFP Internacionais
AFP Negócios
AFP Esporte
AFP Diversão
Reuters Geral
Reuters Negócios
Reuters Esporte
Reuters Diversão
Lusa
UOL Rádios e TVs
UOL Corpo e Saúde
Notícias sobre o UOL
Reuters Limited - todos os direitos reservados. O conteúdo Reuters é de propriedade intelectual da Reuters Limited.
Qualquer cópia, republicação ou redistribuição do Conteúdo Reuters, inclusive por armazenamento rápido, enquadramento
ou outros meios semelhantes, estão expressamente proibidas sem o consentimento prévio por escrito da Reuters.
A Reuters não será responsável por quaisquer erros ou atrasos no Conteúdo,
ou por quaisquer medidas tomadas na ocorrência fos fatos ora descritos.