Publicidade



:
China e Japão, cruzando a fronteira
Entrosada, defesa do Brasil não pode falhar contra o Paraguai, diz Parreira
Lucro da Eletrobrás cai 71% e fica em R$ 323 milhões em 2003
MSN reformula portal para brigar com Google e Yahoo!
'Scooby-Doo 2' lidera bilheterias dos EUA no fim de semana
Índia de Roraima vai à OEA contra governo brasileiro

Envie esta
notícia por email
Índice

Bush e Blair são indicados ao Nobel da Paz pela guerra do Iraque
13h29 - 08/05/2003


Por Alister Doyle

OSLO, Noruega (Reuters) - Um parlamentar norueguês apresentou na quinta-feira os nomes do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, e do primeiro-ministro da Grã-Bretanha, Tony Blair, para o Prêmio Nobel da Paz, elogiando-os por terem vencido a guerra no Iraque.

"Algumas vezes, faz-se necessário uma guerra pequena e eficiente para evitar uma guerra muito mais perigosa no futuro", declarou Jan Simonsen, um parlamentar de direita da Noruega.

"Se ninguém agisse, Saddam Hussein teria produzido armas de destruição em massa e, dentro de cinco ou dez anos, as poderia usar contra Israel", afirmou.

Seria preciso uma mudança radical para que o Comitê do Nobel premiasse Bush e Blair. No ano passado, a instituição escolheu o ex-presidente norte-americano Jimmy Carter como Nobel da Paz de 2002. Na época, o presidente do comitê criticou a política de Bush para o Iraque, enquanto Carter defendia uma solução pacífica para a crise.

Segundo Simonsen, a guerra havia "tornado possível a instalação da democracia e o respeito aos direitos humanos em um país que há tantos anos era governado por um dos piores ditadores da atualidade".

No entanto, Geir Lundestad, diretor do Instituto Nobel, disse que a proposta de Simonsen teria de esperar até 2004 porque o prazo para a apresentação de candidatos para o prêmio deste ano havia terminado no dia 1o de fevereiro.

O vencedor desde ano deve ser anunciado em meados de outubro. Mais de 160 pessoas e organizações estão concorrendo ao prêmio de 2003, entre os quais o papa João Paulo 2o, o irlandês Bono, vocalista da banda U2, e o dissidente cubano Oswaldo Paya.

"Não acho que Bush e Blair tenham chances de vencer, mas acho que vale a pena tentar", declarou Simonsen.



Índice
LEIA SÓ
NOTÍCIAS DE:
Folha Online
UOL News
UOL Esporte
UOL Economia
UOL Tablóide
Mundo Digital
Veja Online
Vestibuol
UOL Diversão e Arte
UOL Música
Exame
BBC
The New York Times
Cox News Service
El País
Financial Times
Le Monde
Hearst Newspapers
The Boston Globe
TNYT News Service
USA Today
Consultor Jurídico
AFP Internacionais
AFP Negócios
AFP Esporte
AFP Diversão
Reuters Geral
Reuters Negócios
Reuters Esporte
Reuters Diversão
Lusa
UOL Rádios e TVs
UOL Corpo e Saúde
Notícias sobre o UOL
Reuters Limited - todos os direitos reservados. O conteúdo Reuters é de propriedade intelectual da Reuters Limited.
Qualquer cópia, republicação ou redistribuição do Conteúdo Reuters, inclusive por armazenamento rápido, enquadramento
ou outros meios semelhantes, estão expressamente proibidas sem o consentimento prévio por escrito da Reuters.
A Reuters não será responsável por quaisquer erros ou atrasos no Conteúdo,
ou por quaisquer medidas tomadas na ocorrência fos fatos ora descritos.