Evo Morales critica modelo brasileiro de produção de biocombustíveis

Vinicius Konchinski
Enviado especial da Agência Brasil
Em San Salvador (El Salvador)

O presidente da Bolívia, Evo Morales, criticou na quinta-feira (30) o modelo de produção de biocombustíveis adotado pelo Brasil.

Durante a primeira reunião da Cúpula Ibero-Americana de Chefes de Estado, realizada em El Salvador, Morales afirmou que a destinação de terras cultiváveis para a produção de etanol colabora para o aumento da fome do mundo e, por isso, deveria ser evitada.

"É necessário deixar de pensar em ganho e começar a pensar em alimentos para o ser humano, pensar em produzir para a vida", disse ele, ressaltando também seu respeito e amizade com o Brasil.

Em discurso, Morales criticou abertamente o sistema capitalista e sugeriu a governantes membros da cúpula que não usem recursos de suas nações para salvá-lo.

"Sinto que o capitalismo não é a solução. Não devemos tratar de salvá-lo."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos