Não assistiremos à crise de forma passiva, diz Lula durante cúpula do Mercosul

Fabiana Uchinaka Enviada Especial do UOL Notícias Na Costa do Sauípe (BA)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva abriu nesta terça-feira (16) a 36ª Cúpula dos Chefes de Estado do Mercosul, que acontece na Costa do Sauípe, na Bahia, defendendo a integração regional e dizendo que novas respostas à crise econômica global devem ser dadas pelos países sul-americanos. "A voz do Mercosul começa a ser ouvida nos mercados internacionais", falou. "Não assistiremos de forma passiva a crise."

VEJA TRECHO DO DISCURSO DE LULA



Para o presidente, o cenário de turbulência financeira mostra que é preciso investir em uma estrutura voltada para o desenvolvimento da região e fazer com que os mecanismos internos do Mercosul funcionem."É preciso diversificar as fontes de recursos e reduzir a dependência de medidas internacionais", afirmou. "O desenvolvimento do comércio sul-sul é fundamental para o nosso crescimento."

Lula disse que o governo brasileiro, portanto, vai trabalhar com o Paraguai para eliminar a dupla cobrança da Tarifa Externa Comum (TEC) entre os países do bloco. A aprovação da medida que diminuiria a carga tributária sobre importação chegou a ser dada como certa pelo Itamaraty e acabou fracassando na mesa de negociações por oposição do governo de Fernando Lugo.

"A eliminação da dupla cobrança da TEC é essencial para integrar as cadeias produtivas e aprofundarmos acordos de associação com outros países", ressaltou.

Lula defendeu ainda que os países membros do bloco se preocupem em manter o emprego e a renda de seus trabalhadores durante a crise. Para isso, anunciou o fundo de garantia para pequenas e médias empresas do Mercosul no valor de US$ 100 milhões e o aumento da participação do Brasil no Fundo para a Convergência Estrutural e Fortalecimento Institucional do Mercosul (Focem) para R$ 140 milhões em 2009.

"Com acesso ao crédito, nossos empresários farão com mais confiança parceria do outro lado da fronteira", falou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos