Moradores de Gaza sofrem com a falta de água e de energia elétrica

Do UOL Notícias
Em São Paulo

Quase 700 mil moradores da faixa de Gaza estão sem água, informa o jornal israelense Haaretz. Em muitas casas, o abastecimento foi interrompido há uma semana. Cerca de 1 milhão de pessoas não tem energia elétrica e o esgoto corre a céu aberto em várias localidades.

Os danos causados pelo conflito não estão sendo reparados por causa dos constantes bombardeios e da má condição das ruas.

As linhas de telefone fixo e celular foram danificadas pelos ataques aéreos e pela falta de energia elétrica. Por causa disso, os moradores não conseguem entrar em contato com parentes, autoridades e serviços de emergência, aumentando a sensação de pânico e isolamento.

Esta é a situação da faixa de Gaza descrita por moradores e pelo coordenador humanitário da ONU, Maxwell Gaylard. Segundo estimativas da ONU, quase metade dos moradores de Gaza não tem acesso à água.

O fornecimento de energia elétrica foi interrompido por causa dos bombardeios e da falta de óleo diesel para abastecer as usinas. Como as bombas de água necessitam de energia elétrica, o fornecimento de água pode piorar ainda mais. Além disso, Israel proibiu a entrada de novos canos e de filtros de água na faixa de Gaza.

FAIXA DE GAZA

  • Arte UOL

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos