Stripper queimada viva na Califórnia é brasileira, diz jornal

Do UOL Notícias
Em São Paulo

Uma mulher foi queimada viva na boate onde trabalhava como dançarina em Tarzana, na Califórnia. A vítima, segundo o jornal "Los Angeles Daily News", seria uma brasileira. Ainda não se sabe o que motivou o ato.

A polícia procura uma mulher e um homem, na faixa dos 20 anos, suspeitos de terem cometido o crime. Acredita-se que os dois suspeitos também frequentavam o clube. Eles são procurados por tentativa de assassinato.

Até agora a polícia não identificou a dançarina. Alguns colegas, porém, disseram ao jornal que a vítima é a brasileira Roberta Abdue dos Santos Busby, moradora de Simi Valley. Ela tem 27 anos e é mãe de dois filhos.

A vítima está internada em um hospital, em Sherman Oaks, com 40% do corpo queimado. Seu estado é grave.

Segundo o jornal, a brasileira vive nos Estados Unidos desde a infância, quando emigrou com a família.

Ela teria voltado a trabalhar como stripper há apenas três dias, desde que perdeu o emprego de cobradora de impostos. No palco, a dançarina usava o nome artístico de Mia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos