Dados sobre brasileiros no exterior são precários

Edilson Saçashima Do UOL Notícias Em São Paulo

Os dados sobre os brasileiros no exterior são precários e nem sempre confiáveis. Muitos brasileiros se encontram em situação irregular no exterior e nem sempre estão dispostos a colaborar com os censos.

Japão oferece dinheiro para a volta de brasileiros

O governo do Japão começou no último dia 1º de abril a oferecer dinheiro para imigrantes brasileiros e peruanos desempregados deixarem o país.
No entanto, um dos requisitos é que o imigrante não volte mais ao Japão por um período que ainda não foi determinado. Leia mais



No entanto, é possível levantar algumas estimativas. Por exemplo, acredita-se que 120 mil brasileiros estejam vivendo em Portugal, mas o número pode cair com a crise econômica e o aumento do desemprego entre os imigrantes. Além disso, o custo de vida aumentou em Portugal. Segundo o brasileiro José Gildo de Santana, entrevistado pela Agência Lusa, está cada vez mais difícil manter-se em Portugal devido ao encarecimento do custo de vida, e também há menos condições de poupar dinheiro ou de enviar euros para os familiares.

"Para mim está sendo muito difícil. Uns anos atrás era melhor. Meu salário continua o mesmo e os produtos aumentaram muito, como a comida e a gasolina", disse Santana, que vive em Lisboa desde 2003 e trabalha como balconista em um café.

A política de imigração mais rígida também deve afetar os brasileiros. Na França, por exemplo, o número de brasileiros barrados nos aeroportos de Paris em 2007 foi de aproximadamente 1.800, segundo dados obtidos pela BBC Brasil junto ao consulado do Brasil em Paris. No ano anterior, o total havia sido de 1.135. De acordo com o consulado, 1.860 brasileiros foram expulsos da França em 2007.

Em relação à discriminação sofrida por brasileiros, o demógrafo Duval Magalhães Fernandes, professor da PUC-MG, apoia-se em relatos para levantar algumas hipóteses. "Os países onde os brasileiros sofrem maior discriminação são aqueles em que eles são mais facilmente reconhecidos devido à diferença de aspecto físico, como na Suécia e na Alemanha", diz.

"Em Portugal e Espanha, os brasileiros que sofrem maior discriminação são aqueles que são trabalhadores do sexo", acrescenta.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos