Perfil: Sonia Sotomayor, juíza hispânica da Suprema Corte dos EUA, tem orgulho de ser latina

Do UOL Notícias*
Em São Paulo

  • Jim Young/Reuters

    Sonia Sotomayor sorri após ser apresentada a nova integrante da a Suprema Corte dos Estados Unidos

Sonia Sotomayor, a primeira juíza hispânica a integrar a Suprema Corte dos Estados Unidos, se considera uma "nova-yorrriquenha". Filha de porto-riquenhos, mas nascida em Nova York, a juíza já falou diversas vezes do orgulho que tem de ser latina.

"Eu simplesmente não sei qual diferença faz na hora que estou julgando. Mas aceito que vou basear algumas escolhas de acordo com minha herança latina", afirmou durante um discurso em 2002.

Sotomayor cresceu no bairro do Bronx, em uma vizinhança pobre. Com oito anos foi diagnosticada com diabetes. No ano seguinte, seu pai morreu e teve de viver com o pequeno salário que sua mãe ganhava.

Por ter crescido no Bronx, Sotomayor é apaixonada pelo time de beisebol do bairro, o tradicional New York Yankees. Em 1995, assinou uma medida que encerrou a greve dos jogadores de beisebol, que já durava um ano.

A juíza se formou nas universidades de Princeton e Yale. Sotomayor se tornou juíza federal por Nova York em 1992, pelo presidente George H. W. Bush. Em 1998, foi elevada a juíza da corte de apelações pelo presidente Bill Clinton. Apesar do passado bipartidário, Sotomayor deve ser mais uma voz liberal na Suprema Corte.

*Com informações da AP e da Reuters

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos