Muçulmano vai à justiça por ser comparado a Osama Bin Laden pelo chefe

Do UOL Notícias* Em São Paulo

  • Reprodução

    Tariq Dost disse que seu chefe chamou as roupas islâmicas de "fora de moda"


Um recrutador da polícia muçulmano foi à justiça em Birmingham, na Inglaterra, por ter sido comparado a Osama Bin Laden pelo seu chefe, diz o tabloide inglês "The Sun".

PC Tariq Dost, 40, disse que o gerente de recrutamento da polícia de West Midlands, Darren Yates, comparou a sua barba ao do líder da Al Qaeda e se referiu às rezas muçulmanas como "gritos e lamúrias". As atitudes de seu chefe começaram em 2007.

Yates também teria dito que Dost se parecia com um terrorista e se divertiu chamando as roupas islâmicas de "fora de moda".

Dost acusa a polícia de West Midlands de discriminação racial e religiosa. "Sinto-me traído pela polícia", disse.

O processo ainda não foi encerrado.

* Com informações do "The Sun"

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos