Líder da Coreia do Norte terá cinebiografia oficial

Do UOL Notícias* Em São Paulo

A infância de Kim Jong Il e sua vida antes de se tornar líder da Coreia do Norte serão o foco de um filme dividido em vários capítulos que está sendo produzido na capital Pyongyang, informou a imprensa estatal do país nesta quinta-feira (16). O filme terá um formato parecido à cinebiografia de seu pai, Kim Il Sung, gravada em 20 partes um ano antes de sua morte em 1994.

QUEM É KIM JONG-IL?

  • AFP/KCNA-KNS - 10.out.2005

    Kim Jong-il é conhecido como "querido líder" na Coreia do Norte. Ele é filho de Kim Il-sung, fundador e antigo líder do país.

    Jong-il ocupa os cargos de presidente da Comissão Nacional de Defesa e de secretário-geral do Partido dos Trabalhadores da Coreia, o que o torna o dirigente de fato da Coreia do Norte.

    Ele possui 1,57m de altura. Para parecer mais alto, usa sapatos plataforma e tem os cabelos arrepiados.

    Kim Jong-il é fã de cinema, e acredita-se que possua mais de 20 mil filmes de Hollywood em sua estante e teria escrito um livro sobre cinema. Também se especula que ele teria planejado o sequestro de um cineasta sul-coreano e sua namorada, em 1978.

    "Hipocondríaco", "playboy", "paranoico" e "excêntrico" são algumas palavras usadas para descrever Kim Jong-il



De acordo com a imprensa estatal, a película falará sobre os "feitos eternos" de Kim Jong Il, assim como de sua "sabedoria extraordinária e distinta arte de liderança, calibre político e personalidade nobre".

Para o analista Koh Yu-hwan, da Universidade Dongguk, em Seul, na Coreia do Sul, o filme parece ter o objetivo de preparar o terreno para um anúncio de sucessão no governo norte-coreano, devido a seu teor glorificante. "Pode ser usado para mostrar a inevitabilidade de um filho seguir os passos do pai, para fazer com que a população aceite a sucessão como uma tradição", disse o estudioso.

"Kim Jong Il sente a necessidade desesperada de olhar para seu passado e passar o poder para o seu filho" assim como seu pai fez no começo da década de 1990, disse Cheong Seong-chang, analista do Instituto Sejong. Cheong lembra que Kim Il Sung começou a escrever suas memórias em seus últimos anos de vida e encomendou um filme sobre sua vida, em uma estratégia para construir uma mitologia da dinastia Kim.

No último fim de semana, o canal de televisão sul-coreano YTN disse que o atual líder da Coreia do Norte estaria sofrendo de um câncer no pâncreas e teria, no máximo, cinco anos de vida. Fotos publicadas na semana passada mostrando Kim mais magro e com pouco cabelo alimentaram novas especulações sobre seu estado de saúde.

A saúde de Kim tem sido objeto de interesse porque ele comanda uma nação de mais de 24 milhões de pessoas, uma das mais pobres e fechadas do mundo. Teme-se que sua morte possa gerar uma disputa de poder interna caso ele não anuncie um sucessor.

O palpite comum entre a comunidade internacional é que o filho mais novo do líder, Jong Un, 26, seja nomeado o herdeiro na chefia do governo.

*Com agências internacionais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos