Modelo será açoitada por tomar cerveja na Malásia

Do UOL Notícias* Em São Paulo

Uma modelo muçulmana será açoitada na semana que vem depois de se declarar culpada de beber cerveja, na Malásia. Ela será a primeira mulher no país a receber o castigo físico sob a lei islâmica.

Kartika Sari Dewi Shukarno, 32, foi flagrada bebendo durante uma blitz na boate de um hotel no Estado de Pahang no ano passado. As casas noturnas e bares da Malásia têm o costume de servir drinques alcoólicos e não são legalmente obrigados a perguntar se os clientes são muçulmanos ou não.

Em julho, ela foi condenada por um tribunal islâmico a receber seis chibatadas com uma vara de rattan. A modelo decidiu não apelar da decisão. Políticos e ativistas feministas criticaram a condenação por considerar a pena muito rigorosa.

"Este é o primeiro caso na Malásia [de uma mulher que recebe castigo corporal por este tipo de ofensa]. É uma boa punição porque, segundo a lei islâmica, uma pessoa que toma bebidas alcoólicas comete uma ofensa grave", disse o promotor Saiful Idham Sahimi.

Na última terça-feira (18), a Corte estipulou um período de uma semana, a partir de segunda-feira que (24), para que o castigo seja cumprido. Cabe à prisão feminina onde Kartika está decidir quando isso ocorrerá, desde que dentro deste prazo, explicou o promotor. Ela será liberada depois de ser açoitada.

Saiful também disse que a vara de rattan usada em Kartika será mais leve do que as que geralmente são usadas para castigar homens, e que o propósito da pena é mais de "educar" do que de "punir".

Os muçulmanos representam cerca de dois terços da população da Malásia, que totaliza 28 milhões de pessoas. Eles respondem a tribunais islâmicos em questões civis e religiosas. A maior parte dos condenados por tomar bebidas alcoólicas é apenas multada, mas a lei também prevê penas de três anos de prisão e o açoite.

O castigo corporal também é usado em algumas Cortes civis não-muçulmanas para crimes como estupro e corrupção. As chibatadas são administradas sobre as nádegas dos condenados e deixam cicatrizes permanentes. Pela lei civil, mulheres, crianças e homens acima dos 50 anos são isentos deste tipo de punição.

*Com informações da AP

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos