Dois terremotos atingem arquipélago do Pacífico; alerta de tsunami é cancelado

Do UOL Notícias* Em São Paulo

Atualizada às 21h53

Um forte terremoto de magnitude 7,8 atingiu nesta quarta-feira (7) o Pacífico Sul, entre os arquipélagos de Salomão e Vanuatu. Cerca de 15 minutos depois, um segundo tremor de magnitude 7,3 atingiu a mesma região.

O tremor aconteceu a 294 km da ilha de Espírito Santo, do arquipélago de Vanuatu, a uma profundidade de 35 km.

Veja a localização do arquipélago



Ainda não há relatos de vítimas ou dos possíveis danos causados pelos tremores em Vanuatu, que fica a pouco mais de 2.200 km a nordeste de Sydney, Austrália.

O Centro de Alertas para Tsunami do Pacífico emitiu o alerta para 11 nações, mas cerca de duas horas após o ocorrido cancelou.

O Centro, baseado no Havaí, também havia emitido atenção para tsunami para todo o oeste do Pacífico, incluindo Austrália, Nova Zelândia, Indonésia e as nações de Samoa Americana e Samoa, atingidas por um tsunami que destruiu vilarejos inteiros na semana passada.

Um porta-voz do Ministério de Defesa Civil e Gerência de Emergências da Nova Zelândia disse estar emitindo um alerta de tsunami para que ninguém permaneça em praias ou barcos perto da costa. O Ministério aguarda mais informações para tomar outras medidas.

Segundo a sede do Serviço Nacional de Clima dos EUA, na região do Pacífico, um terremoto desta magnitude tem o potencial de gerar um "tsunami destrutivo".

Moradores de algumas áreas costeiras já começaram a ser rerados de casa como medida de precaução.

Em Nova Caledônia, autoridades estão levando as pessoas da costa leste da ilha para regiões mais altas após o alerta.

A polícia da capital de Vanuatu, Port Vila, disse não ter sentido o tremor e que não há informações sobre o aumento do nível do mar.

Momentos antes deste tremor, um terremoto de magnitude 6,7 atingiu o sudeste do arquipélago Sulu, nas Filipinas, que ainda se recupera de um tufão que causou ao menos 22 mortes.

Este terremoto em Vanuatu acontece oito dias depois de outro de magnitude 8 no Pacífico Sul, que provocou um tsunami que matou 177 pessoas em Samoa, Tonga e Samoa americana e destruiu vilarejos inteiros.

Tufão atinge o Japão
O tufão Melor alcançou o centro do Japão, destruindo casas, paralisando os transportes e deixando um saldo de 18 feridos, segundo as autoridades e a imprensa local, na noite desta quarta-feira (manhã de quinta-feira, no horário local).

Com ventos de até 200 km/h, o tufão Melor alcançou a prefeitura de Aichi (centro), na ilha de Honshu, trazendo fortes chuvas. "As ruas estão inundadas pela chuva", declarou Naoki Matsui, um responsável pela prefeitura de Aichi.

A televisião estatal "NHK" disse que mais de 9.000 pessoas haviam sido removidas de suas casas e levadas a abrigos.

As companhias de aviação japonesas preevem o cancelamento de mais de 300 voos domésticos e numerosas conexões de trem estão suspensas.

Melor é o último de uma série de potentes tufões a atingiram a Ásia nas últimas semanas.

No fim de setembro, o tufão Ketsana matou cerca de 300 pessoas nas Filipinas e mais de 150 no Vietnã, provocando vítimas também em Laos e no Camboja.

*Com informações das agências internacionais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos