Presidente da Colômbia visita Brasil para promover comércio e conversar com Lula

Maurício Savarese Do UOL Notícias* Em São Paulo

O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, chegou na tarde de domingo a São Paulo e nesta segunda-feira (19) conversará com seu colega Luiz Inácio Lula da Silva, antes de encerrar junto ao brasileiro um seminário na Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) que conta com uma comitiva de mais de 120 empresários colombianos.

Será a décima reunião bilateral - a terceira apenas neste ano - entre dois dos mais populares líderes da América do Sul. De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, Lula e Uribe tratarão de assuntos regionais e da situação em Honduras durante a manhã.
  • Ricardo Stuckert/PR

    Lula se encontra com Álvaro Uribe em São Paulo



Em seguida, eles encerram o seminário empresarial "Brasil-Colômbia: Novas fronteiras para as relações econômico-comerciais". Pouco depois, concedem entrevista coletiva e visitam no local a exposição "Arte Colombiana 1948-1965". Uribe deve retornar a seu país às 16h.

Até a tarde de sexta-feira a comitiva de Uribe tinha dificuldades para encontrar hospedagem na capital paulista por conta da lotação dos hotéis no fim de semana do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 e correu risco de cancelar a viagem, disse uma pessoa ligada à organização da visita ao UOL Notícias. O problema só foi resolvido no sábado.

O fluxo comercial entre Brasil e Colômbia aumentou nos últimos anos, saltando de US$ 573 milhões em 1998 para US$ 3,12 bilhões em 2008. A balança é favorável ao Brasil, que em 2008 exportou produtos para a Colômbia no valor de US$ 2,29 bilhões.

Esse desequilíbrio foi compensado até agora com os fortes investimentos realizados por empresas brasileiras na Colômbia e que transformaram o Brasil no terceiro maior investidor estrangeiro no país vizinho.

Popular por conta do combate às guerrilhas da Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), Uribe, ao contrário de Lula, demonstrou intenção de concorrer a um terceiro mandato após uma reforma constitucional.

O conservador Uribe é o presidente sul-americano mais próximo dos Estados Unidos e, também por isso, é adversário dos colegas venezuelano, Hugo Chávez, e equatoriano, Rafael Correa.



Com informações da agência EFE

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos