Sobrinho de empresário brasileiro é sequestrado no Paraguai

Do UOL Notícias* Em São Paulo

O sobrinho-neto de seis anos do empresário catarinense Tranquilo Favero, um dos maiores produtores de soja do Paraguai, foi sequestrado na última terça-feira (27) e libertado no mesmo dia na região centro-sul do país.

O pai da criança, Joaquín Favero, disse que não pagou pelo resgate de seu filho, e que os sequestradores foram encurralados pela ação rápida da polícia no caso.

O menino, chamado Murilo, foi levado por homens armados após sair da escola acompanhado da babá, Solange de Carvalho, em San Cristóbal - no distrito de Alto Paraná, localizada a 150 km de distância de Ciudad del Este, na fronteira com o Brasil. Ele foi abandonado perto de meia noite no distrito de Naranjal, na divisa entre os departamentos paraguaios de Alto Paraná e Caazapá. Solange foi detida hoje pela polícia, suspeita de envolvimento no crime.

Tranquilo Favero, 71, mora no Paraguai há mais de quatro décadas e é proprietário de um império empresarial que controla terminais portuários, cerca de 100 mil hectares de terra e 40 mil cabeças de gado em 13 dos 17 departamentos do país. O negócio de soja já o colocou em uma série de conflitos com com organizações de esquerda que se opõem ao cultivo extensivo do grão.

O sequestro de Murilo forçou uma reunião urgente dos chefes de órgãos de segurança pública com o ministro do Interior paraguaio, Rafael Filizzola. Este foi o segundo caso do tipo no Paraguai em menos de duas semanas. Há 13 dias, um conhecido empresário do agronegócio foi seqüestrado por um suposto comando armado do Exército do Povo Paraguaio, que exige US$ 5 milhões de dólares pelo resgate.

*Com informações da Efe

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos