Tribunal da ONU vai indicar advogado para Radovan Karadzic

Do UOL Notícias* Em São Paulo

O tribunal criminal da ONU (Organização das Nações Unidas) decidiu indicar um advogado para representar o ex-líder bósnio-sérvio Radovan Karadzic toda vez que ele faltar a uma das sessões de seu julgamento. O ex-líder responde por nove crimes contra a humanidade e duas acusações de genocídio, incluindo o massacre de 8.000 muçulmanos na cidade de Srebrenica, em 1995.

A decisão desta quinta-feira (5) foi motivada pelo boicote de Karadzic ao início de seu julgamento. O réu alega que não teve tempo suficiente para preparar sua defesa, mesmo tendo sido indiciado em 1995 e estando preso há 14 meses. O tribunal também fixou o recomeço do julgamento para 1º de março de 2010, data em que o novo advogado estará preparado para assumir o caso, se for necessário.

Os juízes também determinaram que, caso Karadzic continue a faltar às audiências ou agir de qualquer outra forma para obstruir o julgamento, ele perderá o direito de autodefesa perante a corte.

O julgamento será retomado em março com as alegações iniciais de Radovan Karadzic. Nas audiências iniciais, a promotoria fez suas alegações pintando o ex-líder sérvio como o comandante supremo de uma campanha brutal de limpeza étnica de muçulmanos e croatas durante a guerra da Bósnia, que durou de 1992 a 1995 e foi resultado da dissolução da Iugoslávia.

*Com informações da AP

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos