Prêmio Nobel da Paz, Shimon Peres tem um histórico de desafios

Renata Giraldi Da Agência Brasil Em Brasília

Aos 86 anos, o presidente de Israel, Shimon Peres, tem uma biografia marcada por desafios. Foi duas vezes primeiro-ministro, atuou como chanceler, saiu derrotado em uma eleição para a Presidência da República e recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1994.
  • Gali Tibbon/ AFP

    Shimon Peres (f) recebeu o Prêmio Nobel da Paz comYitzhak Rabin e Yasser Arafat


Eleito para comandar o país até 2014, Peres era chanceler israelense em 1995, ano em que o então primeiro-ministro Yitzhak Rabin foi assassinado. Com a morte de Rabin, Peres foi nomeado primeiro-ministro.

Antes, Peres recebeu o Prêmio Nobel da Paz com Rabin e o então presidente da Autoridade Palestina, Yasser Arafat. Eles intensificaram os esforços na tentativa de encerrar os conflitos na região e na busca de um acordo de paz.

Segundo Peres, as negociações com a Organização para a Libertação da Palestina (OLP) devem ser mantidas. No entanto, ele é favorável à retomada das fronteiras por Israel, voltando à faixa anterior a 1967, efetuando ajustes para a segurança e com uma solução para os assentamentos.

Como chanceler, Peres participou das articulações para a assinatura do primeiro Acordo de Paz de Oslo. O documento inclui uma série de ações nas quais os representantes dos israelenses e dos palestinos confirmam a intenção de buscar meios para obter a paz na região. O objetivo é que esses acordos viabilizem o fim dos confrontos. Vários termos integram o acordo e estão em negociação desde a década de 1990.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos