França precisa assumir seu lado sul-americano, diz Lula

Ivy Farias Da Agência Brasil Em São Paulo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta terça-feira (10) que a França ainda não soube "tirar proveito" de sua posição na América do Sul, numa alusão à Guiana Francesa, um Estado francês localizado ao Norte do Brasil.

"A França precisa assumir seu lado sul-americano, olhar para a União Europeia, para os países do Leste Europeu e ter um olhar para a América do Sul, continente de que a França também faz parte".

Para Lula, a França deve participar das discussões sobre a Amazônia, por sua condição de ser o único país europeu a estar na América do Sul e na Amazônia.

Segundo o presidente, a consolidação da parceria estratégica da França com o Brasil ganha ainda mais significado depois do Ano da França no Brasil, que será encerrado neste domingo. "A palavra encerrar só tem sentido no que diz respeito aos eventos, pois o Brasil hoje é o principal parceiro comercial da França na América Latina e os negócios entre os dois países em 2008 cresceram 12,8% em relação a 2007."

Lula destacou que a parceria com a França não é apenas econômica, mas também de assuntos estratégicos: já existem acordos para a fabricação de cinco submarinos e mais de 50 helicópteros que representam um volume de R$ 24 bilhões em negócios.

O presidente lembrou que o número de estudantes brasileiros na França praticamente dobrou de 2003 para 2009 e hoje existem mais bolsistas brasileiros na França do que nos Estados Unidos.

Lula participou hoje em São Paulo de almoço do Fórum da Inovação França Brasil, uma das cerimônias de encerramento do ano da França no Brasil.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos