Ladrões roubam inscrição do portal do campo de concentração nazista Auschwitz

Do UOL Notícias* Em São Paulo

O sinal sob o portal do antigo campo de concentração de Auschwitz com a inscrição "Arbeit Mach Frei" ("O trabalho liberta", em alemão) foi roubado nesta sexta-feira (18), disse a polícia polonesa.
  • Jacek Bednarczyk/EFE

    Réplica da inscrição "Arbeit Mach Frei" na entrada do antigo campo de concentração Auschwitz


O sinal de 5 metros de comprimento e 40 quilos de peso feito de metal marcava a entrada do campo de extermínio nazista onde mais de um milhão de pessoas morreram durante a Segunda Guerra Mundial. A peça foi roubada do memorial de Auschwitz entre 3h30 e 5h da manhã, disse a polícia. Os ladrões pareciam ter conhecimento do local onde ficava a peça, disse Katarzyna Padlo, porta-voz da polícia.

Padlo disse que a polícia ainda não tem suspeitos e que ela trabalha com várias teorias. Um recompensa de 5.000 zloty (cerca de R$ R$ 3.000) está sendo oferecido para qualquer um que ajudar a capturar os criminosos.

Um ministro israelense considerou nesta sexta-feira "abominável" o roubo da frase "Arbeit macht frei". "Foi um ato abominável que remete à profanação e que constitui um novo testemunho do ódio e da violência contra os judeus", disse Sylvan Shalom, ministro do Desenvolvimento Regional.

O Memorial do Holocausto em Jerusalém (Yad Veshem) também manifestou sua indignação.

"Este ato constitui uma verdadeira declaração de guerra, cometido por indivíduos cuja identidade desconhecemos, embora suponho que tenham sido neonazistas movidos pelo ódio contra os estrangeiros", disse o presidente do Memorial, Avner Shalev.


* Com informações da AP e AFP

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos