Nigeriano se declara inocente em julgamento por tentativa de atentado em avião nos EUA

Do UOL Notícias* Em São Paulo

O nigeriano Umar Farouk Abdulmutallab, 23, se declarou inocente das acusações de responsabilidade pela tentativa de atentado terrorista contra um avião da Northwest Airlines no último dia 25.A bdulmutallab compareceu hoje (8) diante de um juiz em Detroit, nos Estados Unidos, para ouvir as seis acusações às quais responde depois do incidente no Natal.

Umar Farouk Abdulmutallab

  • AFP PHOTO / HO / MIKE RIMMER

As autoridades americanas dizem que o jovem nigeriano viajava de Amsterdã, na Holanda, quando tentou explodir o avião da companhia injetando substâncias químicas em um pacote de explosivos que ele levava escondido na roupa de baixo. No entanto, a explosão causou apenas estampidos, faíscas e um princípio de incêndio, que levaram passageiros e tripulantes a correr para apagar o fogo e imobilizar o suposto terrorista. No momento do incêndio, a aeronave estava no espaço aéreo de Detroit.

A acusação mais grave à qual Abdulmutallab responde é a tentativa de uso de arma de destruição em massa. Caso seja considerado culpado pelo tribunal, ele pode ser condenado à prisão perpétua.

Nesta sexta-feira, o réu respondeu a algumas perguntas do juiz Mark A. Randon. Ele disse ao juiz que havia tomado algumas pílulas de analgésico nas 24 horas anteriores ao início do julgamento, e foi considerado apto a participar da audiência. Detido na prisão federal de Milan, em Michigan, Abdulmutallab teve de ser internado logo após o fracassado ataque para se tratar das queimaduras causadas pelo incêndio no avião.

A alegação de inocência foi lida pelo juiz, logo após a leitura do indiciamento.

*Com informações de AP e Efe

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos