Obama canta "hino dos direitos civis"; assista

Da AFP

A Casa Branca promoveu um concerto especial chamado "In Performance at the White House: A Celebration of Music from the Civil Rights Movement" ("Performance na Casa Brança: Uma Celebração da Música pelo Movimento dos Direitos Civis", em tradução livre) para comemorar o mês da História Negra, nos EUA. A apresentação contou com a execução de "The Blind Boys of Alabama" e teve a presença de Bob Dylan. O ator Morgan Freeman fez um discurso durante o especial. Ao final do concerto, o presidente dos EUA, Barack Obama, se juntou aos músicos e cantou "Lift Every Voice and Sing", uma canção conhecida como o hino nacional dos negros dos EUA.

O presidente Barack Obama homenageou os artistas americanos responsáveis pela "trilha sonora" da luta pelos direitos civis na década de 1960, em especial Bob Dylan e Joan Baez, ao discursar na noite de terça-feira antes do início de uma apresentação comemorativa na Casa Branca.

Veja o presidente dos EUA cantando com astros da música (original em inglês)

"O movimento dos direitos civis era um movimento sustentado pela música, os 'spirituals', inspirada pela Bíblia, e marcado pelas canções de protesto sobre as injustiças que deviam ser corrigidas", afirmou o primeiro presidente negro dos Estados Unidos.

"O movimento foi ampliado por artistas 'folk' como uma filha novaiorquina de imigrantes e um jovem trovador de Minnesota, que souberam captar as dificuldades e as esperanças das pessoas que não eram governadas da mesma maneira, como apenas as canções podem fazer", completou, em referência a Joan Baez e Bob Dylan.

"Foi um movimento que teve uma trilha, que não estava inspirada apenas pelo movimento, mas que o inspirou e estimulou", completou.

"Joan Baez e Bob Dylan sabiam quando, em um dia de 1963, se uniram a centenas de milhares de pessoas em Washington, onde o reverendo Martin Luther King organizou o fim de sua marcha pelos direitos civis", destacou.

Além de Bob Dylan e de Joan Baez, atualmente com 68 e 69 anos respectivamente, a apresentação de terça-feira teria ainda as participações de Natalie Cole, Jennifer Hudson, John Legend, Smokey Robinson e Seal.

Os Estados Unidos celebram em fevereiro a história da comunidade negra.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos