PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Pelo menos 36 pessoas morrem em queda de minarete de mesquita no Marrocos

UOL Notícias*

Em São Paulo

19/02/2010 20h16

Atualizada às 21h30

Pelo menos 36 pessoas morreram com a queda do minarete [torre] da mesquita de Bab el Bardiyine, na cidade de Meknès, no centro do Marrocos. Outras 71 pessoas ficaram feridas, sendo oito em estado grave, informou a agência oficial de notícias MAP.

Segundo o Ministério do Interior, das 71 vítimas levadas aos hospitais de Meknès e de Fez, cidade vizinha, 51 já tiveram alta. Uma equipe de atendimento psicológico foi mobilizada para atender aos afetados pela tragédia.

Dezenas de pessoas, entre voluntários, militares e policiais, trabalham no local com a esperança de encontrar mais sobreviventes. De acordo com fontes ouvidas pela agência EFE, dois jovens foram resgatados com vida nas últimas horas e um menino de 13 anos permanece sob os escombros.

  • Equipe de resgate retira corpo da mesquita de Bab el Bardiyine, em Meknès, no Marrocos

O acidente ocorreu durante a oração da sexta-feira, a mais importante da semana para os muçulmanos, quando a mesquita encontrava-se lotada. Segundo testemunhas, cerca de 500 pessoas estavam no local.

O rei Mohamed 6º anunciou que pagará pessoalmente os gastos dos funerais das vítimas e já ordenou a reconstrução da mesquita.

Até o momento ainda não se sabe o motivo da queda do minarete, que derrubou praticamente metade da mesquita construída no século 18. Nos últimos dias, a região sofreu com chuvas e ventos fortes.

A forte ventania e o temporal que castigam nas últimas horas a parte central e oriental do Marrocos também causaram nesta sexta-feira (19) o desabamento de uma casa na região de Taza (leste), no qual uma menina de 11 anos morreu e vários familiares ficaram feridos.

Os fortes ventos também causaram a queda de muros de escolas e a queda de árvores, o que provocou problemas para o trânsito.

 

*Com agências internacionais

Internacional