Lula quer discutir com Bachelet ações de ajuda ao Chile após terremoto

Da Agência Brasil
Em Brasília

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje (1º) que quer discutir com a presidente do Chile, Michelle Bachelet, ações de ajuda a serem enviadas ao país após o terremoto do último sábado (27).

Em seu programa semanal Café com o Presidente, ele disse ainda não ter feito contato direto com a líder chilena por conta de problemas de comunicação provocados pelos tremores.

“Vamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para sermos solidários ao Chile, como estamos sendo solidários ao Haiti”, disse.

Lula lembrou que o país vizinho é mais bem estruturado em relação a terremotos – com equipes de defesa civil melhor preparadas e construções mais resistentes aos tremores. “Mas, naquilo que for necessário, nós vamos ser solidários”, finalizou.

De acordo com o governo chileno, mais de 700 pessoas morreram em decorrência o terremoto, que chegou a atingir 8,8 graus na escala Richter.

América Latina

Ao comentar as visitas que fez a países da América Latina na semana passada, o presidente Lula afirmou que o giro contribuiu para uma integração mais forte da região.

“Antigamente esses países todos estavam olhando muito para os Estados Unidos e para a Europa. Agora, estamos percebendo que temos muitas coisas para fazer entre nós, muitos acertos, muito comércio e muita democracia para exercitar.”

Lula destacou ainda a reunião entre Brasil e México. Segundo ele, ambos os países têm potencial para atingir uma balança comercial de US$ 20 bilhões e não apenas dos atuais US$ 7 bilhões.

“A cada país que visitamos, levamos um grupo de empresários e tudo isso vai criando condições de a gente aumentar a nossa relação comercial.”

Uruguai

Lula participa hoje à tarde, em Montevidéu, da cerimônia de posse do presidente eleito do Uruguai, José Mujica. A programação começa às 14h no Palácio Legislativo, quando Mujica fará a declaração de fidelidade constitucional.

Em seguida, depois de um coquetel no salão de festas do palácio, Mujica receberá a faixa presidencial em uma cerimônia na Plaza Independencia, no centro da cidade, às 17h.

Lula chega a Montevidéu às 13h, desembarcando na Base Aérea Capitão Juan Manuel Boiso Lanza. Durante a tarde e início da noite, participa da posse de José Mujica e, às 20h, deixa a capital uruguaia com destino a São Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos