Terremoto de 6,4 graus deixa 64 feridos em Taiwan

Do UOL Notícias*

Em São Paulo

Atualizada às 10h56

Um terremoto de 6,4 graus atingiu Taiwan na manhã desta quinta-feira (4) e deixou pelo menos 64 pessoas feridas.  Ao menos cem escolas foram destruídas com o abalo. O serviço do metrô e de trem de Alta Velocidade no sul da ilha foram suspensos, mas já voltaram à normalidade. Houve ainda cortes de eletricidade em mais de 54 mil casas.

  • Tremor causa destruição (vídeo sem áudio)

O terremoto foi sentido na capital Taipé, onde edifícios tremeram por vários minutos.O epicentro ocorreu na região montanhosa de Kaohsiung, a principal cidade do sul de Taiwan, a uma profundidade de 5 quilômetros, segundo o Serviço Climático Central. Em agosto, essa mesma região, Kaohsiung, foi afetada por um tufão que procovou 700 mortes. Um oficial de Kaohsiung afirmou à emissora local CTI TV que algumas casas construídas para abrigar temporariamente os afetados pelo tufão desabaram.

Já nas montanhas próximas ao epicentro, houve deslizamentos de terra, de acordo com a rede de televisão TVBS.

Desde que o terremoto sacudiu o sul de Taiwan foram registradas dezenas de réplicas. A maior delas, sentida às 16h16 (5h16 de Brasília), foi de 5,7 graus na escala Richter, segundo o Serviço Meteorológico.

Foram confirmados vários incêndios, causados principalmente por rompimentos em encanamentos de gás, entre eles o de uma fábrica têxtil da cidade de Tainan, causando perdas de mais de US$ 3 milhões. Houve ainda cortes de eletricidade em mais de 54 mil casas.

O presidente taiuanês, Ma Ying-jeou, criou um grupo especial de resposta para ajudar as pessoas afetadas.

Terremotos são frequentes em Taiwan, que fica sobre uma área sismologicamente instável da bacia do Pacífico. Um dos piores tremores já registrados em Taiwan aconteceu em setembro de 1999, quando um abalo sísmico de magnitude 7,6 matou mais de 2.400 pessoas e destruiu ou danificou 50 mil edifícios.

Gritos no trem

O ator taiuanês Chu Chung-heng, que estava em um trem no momento do tremor, disse que  a sensação na hora do tremor era de que o trem estava saindo dos trilhos.

"Muita gente em meu vagão começou a gritar. Mas eu fiquei tão assustado que não conseguia emitir nenhum som. O vagão balançou e eu pensei que ele fosse cair", contou Chu.

Vários edifícios, entre eles 99 escolas, desabaram total ou parcialmente. Pontes e estradas também sofreram danos. E em vários lugares da ilha agora falta água e luz.

* Com informações das agências internacionais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos