Norte-americana é acusada de recrutar terroristas pela internet

Do UOL Notícias*

Em São Paulo

  • Fox News/AFP

    Colleen LaRose, norte-americana acusada de colaborar com grupos terroristas islâmicos

    Colleen LaRose, norte-americana acusada de colaborar com grupos terroristas islâmicos

Uma cidadã norte-americana foi acusada nesta terça-feira (9) de utilizar a internet para tentar recrutar terroristas que atuariam em nome de radicais islâmicos na Europa e no sul da Ásia, segundo o Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

Colleen R. LaRose, uma norte-americana com cerca de 40 anos de idade que morava no subúrbio da Filadélfia (Pensilvânia), é suspeita de ter concordado em viajar até a Europa para assassinar um cidadão sueco em nome de um grupo terrorista não identificado, informa a ata de acusação.

“Jihad Jane”, como ela se autodenominava, também é acusada de fornecer "suporte logístico e financeiro, serviços de recrutamento, além de documentos de identidade" aos terroristas.

Ela também estaria buscando homens e mulheres com passaportes válidos para realizar atos violentos na Europa e na Ásia.

Em um vídeo divulgado pela internet, LaRose se dizia “desesperada para fazer algo para ajudar de alguma forma” a diminuir o sofrimento dos muçulmanos.

A acusação afirma que ela também teria concordado em obter residência na Europa e, em seguida, se casar com um terrorista para que ele conseguisse autorização para viajar.

“A acusação de hoje”, afirmou David Kris, um representante da procuradoria norte-americana, “destaca a natureza evoluída da ameaça que enfrentamos”.

*Com agencias internacionais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos