Presidente da TV crítica a Chávez é detido antes de deixar a Venezuela

Do UOL Notícias*

Em São Paulo

O empresário Guillermo Zuloaga, presidente da Globovisión, emissora de televisão crítica ao governo de Hugo Chávez, foi detido nesta quinta-feira (25) por forças da segurança venezuelanas, para impedir que deixasse o país.

"Um senhor da DIM (Direção de Inteligência Militar) me disse que há uma ordem de apreensão contra mim e que não me deixarão embarcar em meu avião", afirmou Zuloaga por telefone à "Globovisión", de linha editorial abertamente opositora ao Governo venezuelano. "É mais um atropelo", continuou o empresário, direto do aeroporto de Punto Fijo, no Estado Falcón (noroeste da Venezuela).

"Disseram-me que virá uma comissão que me levará de avião a Caracas", afirmou o empresário que tentava viajar para a ilha de Bonaire, nas Antilhas holandesas

"Não tenho nenhuma notificação de que eu tenha algum problema" para sair do país, acrescentou. "Isto é definitivamente um atropelo que vem desde a reunião na SIP", disse, em alusão a declarações que fez em uma assembleia da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) realizada recentemente em Aruba.

O deputado governista Manuel Villalba, presidente da Comissão de Meios de Comunicação da unicameral Assembleia Nacional (AN), apresentou ontem à Procuradoria venezuelana um pedido formal de investigação de Zuloaga por suas declarações na assembleia da SIP, em que teria feito "apontamentos sem sustentação" sobre o presidente da Venezuela, Hugo Chávez.

Zuloaga "tem que assumir a responsabilidade posterior a sua declaração" porque "há uma intencionalidade de acusar o Estado" de violar a liberdade de expressão na Venezuela, afirmou Villalba.

Em 2009, o presidente de Globovisión havia sido acusado de crime de "usura" devido a um suposto armazenamento irregular de 24 veículos novos, pertencentes a duas concessionários de sua propriedade.

* Com agências internacionais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos