Lula é segundo governante mais bem avaliado do continente, diz levantamento

Do UOL Notícias

Em São Paulo

Aprovação dos governantes americanos*

Mauricio Funes
(El Salvador)
83%
Luiz Inácio Lula da Silva
(Brasil)
76%
Ricardo Martinelli
(Panamá)
69%
Evo Morales
(Bolívia)
66%
Álvaro Uribe
(Colômbia)
63%
Leonel Fernández
(República Dominicana)
57%
Felipe Calderón
(México)
53%
Fernando Lugo
(Paraguai)
50%
Barack Obama
(Estados Unidos)
48%
Álvaro Colom
(Guatemala)
43%
Óscar Arias
(Costa Rica)
42%
Rafael Correa
(Equador)
41%
Cristina Kirchner
(Argentina)
35%
Stephen Harper
(Canadá)
26%
Alan Garcia
(Peru)
26%
Daniel Ortega
(Nicarágua)
26%
  • *Com informações da Consultoria Mirofsk (abril 2010)

Após mais de sete anos no poder, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o segundo governante mais popular das Américas, atrás apenas do presidente salvadorenho, Maurício Funes, segundo dados coletados pela consultoria mexicana Mitofsky.

“Como em quase todo seu mandato, que já está acabando, [Lula] aparece no grupo dos mais bem avaliados”, afirma o relatório divulgado neste domingo (4), destacando que o presidente brasileiro tem 76% de aprovação após 88 meses no governo.

O primeiro da lista, Maurício Funes, tem hoje 83% de aprovação, um ano após ter sido eleito para o cargo, que assumiu em junho de 2009.

Em seguida, com avaliação “alta”, aparecem os presidentes Ricardo Martinelli (Panamá), Evo Morales (Bolívia), Álvaro Uribe (Colômbia) e Leonel Fernandez (República Dominicana).

Com 48% de popularidade, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, está entre os líderes de aprovação “média”, ao lado do mexicano Felipe Calderón e do paraguaio Fernando Lugo.

Álvaro Colom (Guatemala), Oscar Árias (Costa Rica) e Rafael Correa (Equador) registraram avaliação “baixa”. No pé da lista, com popularidade em 35%, está a presidente Cristina Fernandez de Kirchner (Argentina), que agora deixou o último lugar.

Os governantes com maiores índices de desaprovação são os presidentes Alan Garcia (Peru) e Daniel Ortega (Nicarágua), e o premiê Stephen Harper (Canadá), que dividem o último lugar da lista, com 26% de avaliações positivas.

A maior queda desde o último levantamento foi sofrida pelo panamenho Martinelli, que assumiu o poder com altíssimos 91%, e hoje está com 69% de aprovação.

Segundo as informações da consultora Mitofsky, a popularidade média dos chefes de governo americanos caiu três pontos percentuais desde dezembro de 2009, atingindo a marca de 51% em março de 2010. Em dezembro de 2003, quando foi feito o primeiro levantamento desse tipo, a média de aprovação era de 38%.

A consultoria mexicana elabora os rankings de popularidade a partir de levantamentos feitos por ela mesma e por outros institutos de pesquisa.

"Esse tipo de avaliações são apenas uma forma de medir o trabalho realizado por cada um dos presidentes ou primeiro-ministros e que podem ou não mostrar totalmente a eficiência e os sucessos de suas administrações", afirmam os autores do levantamentamento no relatório divulgado.

Por falta de dados, alguns governantes não foram incluídos no levantamento, entre os quais o venezuelano Hugo Chávez, o hondurenho Porfírio Lobo, o chileno Sebastián Piñera e o uruguaio José Mujica.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos