Diplomata é confundido com terrorista ao tentar fumar no banheiro do avião nos EUA

Do UOL Notícias*

Em São Paulo

Um diplomata do Qatar, ligado à embaixada do país em Washington (EUA), foi preso na noite desta quarta-feira (07) sob suspeita de tentar explodir um avião que realizava um voo entre Washington e Denver, no estado do Colorado. Confundido com um terrorista, o homem identificado como Mohammed al Modadi tentava fumar no banheiro do avião quando acionou o alarme da aeronave da companhia United Airlines, que transportava 157 passageiros e seis tripulantes.

Segundo informou a rede de televisão "NBC", ao acionar o alarme, o suspeito foi abordado por um agente federal e aparentemente quis fazer uma brincadeira, sinalizando que poderia carregar uma bomba nos sapatos.

A ação foi seguida pela decolagem imediata de dois caças da Força Aérea dos Estados Unidos, que escoltaram o avião até que ele desceu na base Buckley, perto da cidade de Denver.

Entretanto, fontes oficiais citadas pela imprensa norte-americana disseram que não encontraram nenhum tipo de explosivos em poder do diplomata após a aterrissagem do avião.

Mohammed al Modadi, terceiro secretário e vice-cônsul na representação diplomática do Qatar em Washington, foi interrogado por agentes federais e da Administração de Segurança no Transporte, que determinaram que ele não tinha nenhuma intenção terrorista, segundo as fontes.

* Com informações da agência EFE e das redes CNN e NBC


 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos