"Washington Post" vence quatro prêmios Pulitzer

Do UOL Notícias

Em São Paulo

  • Mary Chind/The Des Moines Register

    Homem tenta resgatar mulher que caiu no rio Des Moines, no Estado de Iowa, nos EUA; com esta imagem, Mary Chind recebeu o prêmio Pulitzer na categoria furo de reportagem fotográfica

    Homem tenta resgatar mulher que caiu no rio Des Moines, no Estado de Iowa, nos EUA; com esta imagem, Mary Chind recebeu o prêmio Pulitzer na categoria furo de reportagem fotográfica

O jornal “Washington Post” foi o maior vencedor dos prêmios Pulitzer anunciados nesta segunda-feira (12) ao ganhar em quatro categorias do mais prestigioso prêmio americano para a mídia e alguns setores das artes. O “The New York Times” venceu em duas categorias.

O “Post” ganhou os prêmios de reportagem internacional, reportagem especial, comentário e crítica. Já o “NYT” levou os prêmios de reportagem nacional e reportagem explicativa.

O prêmio mais prestigiado, o de serviço público, foi para o pequeno jornal “Bristol Herald Courier”, localizado no Estado da Virginia e com tiragem de apenas 29 mil exemplares, por reportagens sobre as empresas de energia que não pagam royalties pela exploração do gás natural.

O site ProPublica, uma organização de jornalismo investigativo sem fins lucrativos, ganhou um dos dois Pulitzers concedidos a reportagens investigativas por sua cobertura sobre as decisões tomadas pelos médicos de um hospital de New Orleans durante o furacão Katrina. A história foi publicada na revista do “The New York Times”.

Esta foi a primeira vez que um site de notícias ganhou um prêmio Pulitzer.

O Pulitzer é concedido pela Universidade Columbia, a partir da recomendação de uma comissão de 18 integrantes. O prêmio, distribuído desde 1917, foi instituído a partir do testamento de Joseph Pulitzer, proprietário de jornal que morreu em 1911. Os premiados recebem US$ 10 mil (cerca de R$ 17.500).

  • Craig F. Walker/"The Denver Post"

    Imagem da série de fotografias vencedora do prêmio Pulitzer na categoria Fotografia

Veja a relação de vencedores em jornalismo:

Serviço Público
Bristol (Va.) Herald Courier

Furo de Reportagem
"The Seattle Times"

Reportagem Investigativa
Barbara Laker e Wendy Ruderman ("Philadelphia Daily News") e Sheri Fink ("ProPublica"), em colaboração com o "The New York Times Magazine"

Reportagem explicativa
Michael Moss e membros do "The New York Times"

Reportagem de denúncia
Raquel Rutledge ("Milwaukee Journal Sentinel")

Reportagem nacional
Matt Richtel e equipe do "The New York Times"

Reportagem internacional
Anthony Shadid ("The Washington Post")

Reportagem especial
Gene Weingarten ("The Washington Post")

Comentário
Kathleen Parker ("The Washington Post")

Crítica
Sarah Kaufman ("The Washington Post")

Editorial
Tod Robberson, Colleen McCain Nelson e William McKenzie ("The Dallas Morning News")

Projeto editorial
Mark Fiore (SFGate.com)

Furo de reportagem fotográfica
Mary Chind ("The Des Moines Register")

Fotografia
Craig F. Walker ("The Denver Post")

Homenagens
Hank Williams

 

Veja a relação de vencedores em artes:

Literatura de Ficção
"Tinkers", de Paul Harding (Bellevue Literary Press)

Teatro
Musical "Next to Normal", música de Tom Kitt, livro e letras de Brian Yorkey

História
"Lords of Finance: The Bankers Who Broke the World by Liaquat Ahamed" (The Penguin Press)

Poesia
"Versed by Rae Armantrout" (Wesleyan University Press)

Ensaio
"The Dead Hand: The Untold Story of the Cold War Arms Race and Its Dangerous Legacy", por David E. Hoffman (Doubleday)

Música
"Violin Concerto", por Jennifer Higdon (Lawdon Press)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos