Cinza vulcânica na Islândia suspende voos no norte da Europa

Do UOL Notícias*
Em São Paulo

Atualizada às 10h27

Voos originários de vários aeroportos do norte da Europa sofrem atrasos e cancelamentos nesta quarta-feira (15) em consequência da dispersão das cinzas da erupção de um vulcão localizado na geleira Eyjafjallajökull, no sul da Islândia. Os voos foram restritos porque essas cinzas vulcânicas, com com mais de 6 quilômetros de altura, podem danificar os motores dos aviões.

Meteorologistas acreditam que podem passar vários dias até a dispersão das nuvens de cinzas. As cinzas poderiam "constituir uma ameaça nessas áreas de hoje até amanhã", advertiu Matt Dobson, da seção meteorológica da agência Press Association. Já o professor islandês de geofísica Magnus Tumi Gudmunsson diz que "não é possível dizer quanto vai durar. É muito variável. Pode ir de vários dias a mais de um ano. Mas se considerarmos a intensidade desta, pode durar muito tempo". A erupção vulcânica na Islândia intensificou-se nas últimas horas.

Grupo de discussão

Sua viagem para a Europa foi afetada? Você está em algum aeroporto europeu? Como está
a situação dos voos?

Os voos no espaço aéreo britânico foram suspensos a partir das das 8h (de Brasília), com exceção das situações de emergência, por causa da chegada das cinzas ao Reino Unido. A informação é do Serviço de Controle do Tráfego Aéreo Nacional (NATS, na sigla em inglês), em resposta às regulações internacionais sobre o tráfego aéreo civil em caso de atividade vulcânica.

"Acompanhamos de perto a situação com o serviço meteorológico e trabalhamos estreitamente com as companhias aéreas e outros países", indicou um porta-voz da NATS, e precisou que a medida sobre os voos será mantida pelo menos até as 18h no horário local (14h em Brasília).

A determinação inclui Heathrow, o principal aeroporto do mundo para o tráfego aéreo internacional. Pelo menos 1.300 voos operam desde ou para Heathrow todos os dias. A companhia aérea britânica British Airways --principal companhia aérea britânica-- anunciou nesta quinta-feira que vai cancelar todos os voos até a manhã de sexta-feira.

No caso do aeroporto de Stansted, o número de voos é de até 450. Um porta-voz de Stansted disse hoje que o período de maior atividade no aeroporto, pela manhã, já passou, mas há possibilidade de que voos sejam atingidos também amanhã.

Nesta manhã, os aeroportos escoceses de Aberdeen, Edimburgo e Glasgow estavam fechados. Uma porta-voz do aeroporto de Aberdeen disse que o fenômeno terá um importante impacto nas chegadas e partidas dos aviões.

França

Os voos do aeroporto de Paris Charles de Gaulle para Islândia, Reino Unido, Suécia, Dinamarca e Noruega também foram cancelados devido a intensa nuvem de fumaça formada pela erupção, informou a operadora do aeroporto francês.

Passageiros foram aconselhados a entrar em contato com as companhias aéreas porque os voos para outros destinos estavam em operação, segundo uma porta-voz da operadora ADP.

"A nuvem de fumaça vinda da Islândia está atualmente sobre o Reino Unido, o que está prejudicando um grande número de voos", disse a porta-voz.

Norte da Europa

As cinzas do vulcão também afetaram os espaços aéreos de outros países do norte da Europa.

A Noruega foi obrigada a fechar todo o tráfego aéreo. Avinor, o órgão estatal que controla os aeroportos noruegueses, decretou o fechamento total do tráfego aéreo às 10h na hora local (5h em Brasília), embora horas antes quase todos os aeroportos do país já estivessem paralisados e o principal, o de Gardermoen (Oslo), funcionasse parcialmente.

As autoridades dinamarquesas anunciaram a paralisação total para as 18h no horário local (13h em Brasília). Segundo o órgão que controla o espaço aéreo na Dinamarca, Naviair, as últimas previsões sobre a expansão das cinzas obrigam ao fechamento progressivo do tráfego aéreo. A direção de Kastrup (Copenhague) comunicou que o maior aeroporto dinamarquês ficará fechado ate as 17h na hora local (12h em Brasília), e informou que é provável que o tráfego aéreo continue paralisado até amanhã.

O temor que as cinzas vulcânicas danifiquem os motores dos aviões provocou também perturbações do tráfego aéreo no norte da Suécia, e as autoridades finlandesas anunciaram o fechamento de oito aeroportos no norte do país até as 15h no horário local (9h em Brasília).

As restrições no tráfego aéreo podem ser estendidas nas próximas horas a outros países, de acordo com a Agência Europeia para a Segurança na Navegação Aérea (Eurocontrol). Em comunicado, o Eurocontrol informou que as restrições aéreas podem chegar ao longo da tarde a outros países europeus, como Bélgica e Alemanha.

A agência assinalou que as principais rotas que passam pelo limite norte do Atlântico chegaram aos aeroportos europeus com poucos transtornos. A agência assegurou que permanece em contato com os serviços de navegação, os aeroportos e as companhias aéreas para comunicar as medidas necessárias.

Além disso, a agência aconselhou aos passageiros que se informem da situação de seus voos através do aeroporto ou de sua companhia.

Islândia

Na Islândia, só os voos internos na parte leste e norte foram atingidos, enquanto o aeroporto internacional de Keflavik continua funcionando normalmente.

A erupção de quarta-feira provocou inundações consideráveis, em consequência do brutal derretimento das geleiras, e obrigou a evacuação de 800 pessoas.

Um vulcão na mesma região havia entrado em erupção no mês passado, o que criou um espetáculo grandioso de rios de lavas, mas desta vez o perigo é muito maior.

"Esta erupção é muito mais poderosa. Já dura mais de 24 horas e é uma erupção explosiva", destacou o professor islandês de geofísica Magnus Tumi Gudmunsson.

*Com agências internacionais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos