Europa espera retomar metade dos voos nesta segunda, após quatro dias de caos

Do UOL Notícias*

Em São Paulo

Passageiros lotam o aeroporto de El Prat, em Barcelona (Espanha)

  • AFP

Atualizado às 21h01

Após quatro dias de caos aéreo, cerca de 60 mil voos cancelados e da abertura de alguns aeroportos neste domingo (18), a Europa pode ter pelo menos metade de seu tráfego aéreo normalizado nesta segunda-feira. A informação é do comissário de transportes da União Europeia, Siim Kallas. O comissário declarou ainda que a situação atual é insustentável.

"Não podemos esperar até que as nuvens de cinzas simplesmente desapareçam", afirmou.

Cerca de 60 mil voos foram cancelados no espaço aéreo europeu, desde quarta-feira, quando começou a erupção do vulcão Eyjafjallajoekull, na Islândia, que lançou uma nuvem de partículas vulcânicas na atmosfera.

Os aeroportos do norte e do leste da Espanha, que tinham sido fechados neste domingo por causa da nuvem de cinzas vulcânicas, foram todos reabertos às 13h30 (10h30 de Brasília) deste domingo (18), anunciou um porta-voz da aviação espanhola (Aena). Diversos aeroportos franceses também voltaram a operar voos e devem continuar abertos pelo menos até a tarde de segunda-feira. Já o aeroporto de Frankfurt, o maior da Alemanha e o terceiro da Europa, foi autorizado a reabrir até pelo menos as 18h (15h de Brasília).

O impacto da nuvem expelida pelo vulcão islandês sobre a aviação internacional já é maior do que o dos atentados de 11 de setembro. As empresas aéreas estimam estar perdendo cerca de US$ 200 milhões (R$ 350 milhões) por dia com as restrições. Cerca de 6,8 milhões de passageiros foram afetados pelo quase fechamento dos céus europeus.

Grupo de discussão

Sua viagem para a Europa foi afetada? Você está em algum aeroporto europeu? Como está
a situação dos voos?

As companhias aéreas e os aeroportos europeus pediram a revisão imediata das restrições impostas aos voos no norte e centro da Europa por causa da nuvem de cinzas expelida por um vulcão na Islândia. Dois órgãos que representam a maioria das companhias e aeroportos europeus - ACI Europe e AEA - questionaram a extensão das restrições, adotadas desde que o vulcão na geleira de Eyjafjallajoekull voltou a entrar em erupção, na quarta-feira. Segundo a ACI Europe e a AEA, "a erupção do vulcão islandês não é um evento sem precedentes e os procedimentos aplicados em outras partes do mundo no caso de erupções vulcânicas não parecem exigir os tipos de restrições que atualmente estão sendo impostas na Europa"

Testes

A companhia aérea britânica British Airways vai realizar um teste neste domingo à tarde, mas os resultados só devem ser anunciados na segunda. Segundo o editor de negócios da BBC, Robert Peston, os executivos da empresa temem que o serviço não volte a se normalizar até a próxima quinta-feira, pelo menos.

As duas maiores empresas da Alemanha, Lufthansa e Air Berlin, também anunciaram ter realizado testes sem sofrer qualquer dano, bem como a Air France. A porta-voz da Air Berlin Diana Daedelow disse à BBC que "É impressionante que essas conclusões... aparentemente tenham sido ignoradas no processo de decisão das autoridades de segurança aérea".

Apesar da declaração do secretário de Estado da Espanha, Diego Lopez Garrido, o ministro dos Transportes britânico, Andrew Adonis, afirmou neste domingo que de acordo com as previsões meteorológicas não será seguro voar sobre o norte da Europa na segunda-feira. Brian Flynn, chefe de operações da Eurocontrol - agência que coordena o tráfego aéreo em 38 países europeus - disse que as autoridades da aviação estão lidando com um "fenômeno desconhecido", mas rejeitou que elas tenham adotado excesso de cautela.

Situação em cada país

Raio-x da Islândia:

  • Nome oficial: República da Islândia
    Capital: Reykjavík
    População: 306.694
    Tipo de governo: República Constitucional
    Clima: Temperado; moderado pela Corrente do Atlântico Norte, inverno suave, ventoso, úmido, verão fresco
    Relevo: Maioria de planaltos intercalados com picos de montanhas e campos gelados; litoral profundamente recortado por baías e fiordes
    Perigos naturais: Terremotos e atividade vulcânica
    Fonte: CIA Factbook

ALEMANHA: espaço aéreo fechado até segunda-feira, 12h GMT (9h de Brasília)

ÁUSTRIA: o espaço aéreo será reaberto na segunda-feira, às 4h GMT (1h, horário de Brasília), se houver condições.

BELARUS: tráfego de aviões entre 7 mil e 11 mil metros restritos. Muito voos cancelados ou atrasados no aeroporto de Minsk.

BÉLGICA: espaço aéreo fechado até segunda-feira, às 18h GMT (15h, horário de Brasília), mas as companhias belgas podem repatriar aviões vazios.

BULGÁRIA: espaço aéreo parcialmente aberto para voos com destino e provenientes do sul e do sudeste, principalmente da Grécia.

DINAMARCA: espaço aéreo fechado ao menos até segunda-feira às 12h GMT (09h00, horário de Brasília).

ESPANHA: todos os aeroportos espanhóis do norte e leste temporariamente fechados e serão reabertos depois das 13h GMT.

FINLÂNDIA: proibição de voos longos até segunda-feira às 15h GMT (12h, horário de Brasília), mas este horário pode ser antecipado.

FRANÇA: a maior parte dos aeroportos continuará fechada ao menos até terça-feira, às 7h GMT (4h, horário de Brasília). Essa medida concerne os aeroportos situados no norte da linha entre as de cidades Bordeaux e Nice, ou seja, boa parte das zonas aeroportuárias do país. Os aeroportos abaixo da linha, ao sul e sudoeste, foram reabertos neste domingo.

GRÃ-BRETANHA: espaço aéreo fechado até segunda-feira às 18h GMT (15h, horário de Brasília).

HUNGRIA: espaço aéreo fechado até segunda-feira, às 10h GMT (7h, horário de Brasília).

IRLANDA: espaço aéreo fechado até segunda-feira, às 12h GMT (9h, horário de Brasília).

ISLÂNDIA: salvos pelo vento que sopra a nuvem de cinzas para a Europa, os aeroportos continuam abertos.

ITÁLIA: espaço aéreo fechado em todo o norte do país até segunda-feira, às 5h GMT (2h, horário de Brasília).

HOLANDA: espaço aéreo fechado pelo menos até segunda, 6h GMT (3h, horário de Brasília).

PAÍSES BÁLTICOS: tráfego aéreo suspenso até segunda-feira às 6h GMT (3h, horário de Brasília) na Letônia e até às 0h GMT (21h, horário de Brasília, deste domingo) na Estônia.

POLÔNIA: espaço aéreo no centro e no norte reabertos desde as 14h GMT (11h, horário de Brasília). Seis aeroportos na região estão funcionando.

ROMÊNIA: espaço aéreo reaberto somente para aviões sobrevoando o território a partir deste domingo, às 9h GMT (6h, horário de Brasília). Nenhum outro voo decolará ou aterrizará na Romênia, até segunda-feira às 9h GMT (6h, horário de Brasília).

RÚSSIA: espaço aéreo aberto, mas voos para o norte e oeste do continente continuam cancelados. O aeroporto de Kaliningrad, enclave russo entre a Polônia e a Lituânia, fechou temporariamente.

ESCANDINÁVIA: Noruega e Suécia reabriram, no final da tarde, grande parte do seu espaço aéreo, embora suas capitais Oslo e Estocolmo continuem fazendo parte da zona interditada. A Finlândia e a Dinamarca mantêm suas restrições.

SÉRVIA/MONTENEGRO/BÓSNIA/CRÓACIA: espaços aéreos da Sérvia, do Montenegro e de partes da Bósnia-Herzegovina seriam reabertos neste domingo, às 16h GMT (13h, horário de Brasília). Quase todos os aeroportos da Croácia reabriram hoje.

ESLOVÁQUIA: espaço aéreo fechado desde a última sexta-feira.

ESLOVÊNIA: espaço aéreo será aberto na segunda a partir das 4h GMT.

SUÍÇA: espaço aéreo fechado até segunda-feira às 12h GMT (9h, horário de Brasília).

REPÚBLICA TCHECA: fechamento do espaço aéreo prolongado até segunda-feira, às 10h GMT (7h, horário de Brasília).

TURQUIA: espaço aéreo fechado neste domingo em três províncias do norte.

UCRÂNIA: fechamento quase total dos aeroportos do país, inclusive o aeroporto internacional de Kiev.

* Com agências internacionais.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos