Conferência Internacional para o Controle de Drogas começa hoje no Rio

Do UOL Notícias

Em São Paulo

O Brasil pretende aproveitar a Conferência Internacional para o Controle de Drogas (IDEC, na sigla em inglês), que começa hoje, no Rio de Janeiro, para pedir uma maior responsabilidade dos países desenvolvidos na luta contra o narcotráfico.

O Governo brasileiro considera que a produção de drogas sintéticas nos países mais ricos do mundo aumenta a responsabilidade destes no combate ao narcotráfico, disseram hoje fontes oficiais.

A IDEC, cuja 27ª edição será realizada de 27 a 29 de abril no Rio de Janeiro, é considerada a conferência antidrogas mais importante do mundo e contará com a participação de representantes de cerca de 90 países.

Organizada pela Polícia Federal e pela Agência Antidrogas dos Estados Unidos (DEA), a conferência a portas fechadas serve como um fórum de cooperação internacional, um espaço onde agências e corpos policiais de diferentes países debatem sobre as políticas contra o tráfico internacional de drogas.

Nesse sentido, as autoridades brasileiras aproveitarão o encontro para propor uma revisão da política antidrogas que centra a luta contra o tráfico nos países tradicionalmente produtores, em sua maioria em desenvolvimento.

As autoridades brasileiras criticam as políticas antidrogas unilaterais, baseadas em atuações isoladas na fronteira de um país, e defendem os acordos que permitem a operação conjunta entre os Estados.

Esta é a terceira vez que o Brasil acolhe a conferência, realizada anualmente.

Brasil e Paraguai lançam programa de combate às drogas

Representantes dos governos de Brasil e Paraguai firmaram na última sexta-feira um programa de cooperação de combate às drogas, o segundo deste tipo entre os dois países.

O programa de Cooperação prevê metas e prazos para a execução de operações e outras atividades conjuntas de investigação e combate à produção e ao tráfico de drogas no período 2010-2012.

O documento foi firmado na sede da Chancelaria paraguaia pelo diretor-geral da Polícia Federal brasileira, Luiz Fernando Correa, e pelo secretário executivo da Secretaria Nacional de Combate às Drogas (Senad) do Paraguai, comissário César Aquino.

* Com as agências internacionais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos