Suspeito de ataque fracassado em NY contou aos vizinhos que já havia trabalhado em Wall Street

Do UOL Notícias*
Em São Paulo

Atualizada às 11h57

O paquistanês, Faisal Shahzad, suspeito de ser o responsável pelo atentado frustrado em Times Square no último sábado (1°), contou aos vizinhos de sua casa em Shelton, cidade na região de Bridgeport, no Estado de Connecticut, que já havia trabalhado em Wall Street, distrito financeiro de Nova York.

Shahzad, 30, é casado com Huma Mian e tem dois filhos: um menino e uma menina. Brenda Thurman, vizinha do casal na cidade de Shelton contou que os dois não falavam muito bem o inglês e eram bastante reservados. "Ele era um pouco estranho", disse ela. "Ele não gostava de sair durante o dia."

Segundo Thurman, eles moraram na mesma casa em Shelton por cerca de três anos, antes de se mudarem. A vizinha contou que Shahzad deixou a casa em maio de 2009 e sua mulher saiu do local cerca de um mês depois.

De acordo com os registros da corte da cidade, Shahzad não pagou corretamente o financiamento de US$ 200 mil de sua casa e o imóvel entrou para o processo de leilão. A financiadora processou o paquistanês e sua mulher, co-proprietária do imóvel, em setembro do ano passado. O caso continua pendente no tribunal de justiça de Milford.

A polícia paquistanesa afirmou à emissora americana que Shahzad viajou para Karachi em julho do ano passado e voltou para os Estados Unidos pouco mais de um mês depois. Durante esse tempo, as autoridades acreditam que ele tenha viajado para Peshawar, importante cidade na região da fronteira com o Afeganistão.

Polícia faz busca na casa de suspeito, veja

Shahzad se tornou cidadão americano também em 2009 e viajou pela segunda vez ao Paquistão recentemente. Desta vez permaneceu no país por cinco meses, segundo autoridades americanas que preferiram não se identificar. A mulher de Shahzad ficou no Paquistão. Acredita-se que Shahzad era morador do bairro de classe média Nazimabad do Norte, em Karachi.

O suspeito foi detido ontem às 23h45 (0h45 de Brasília, terça-feira) no aeroporto John F. Kennedy, em Nova York, e aparentemente estava tentando fugir do país, com destino a Dubai, nos Emirados Árabes.

Faisal Shahzad contou aos investigadores que agiu sozinho e negou qualquer vínculo com grupos radicais de seu país natal, afirmou um oficial. "Ele alegou ter agido sozinho, mas estas afirmações precisam ser investigadas", disse.

A polícia de Nova York não confirma nem nega ser Faisal Shahzad o homem filmado por câmeras de segurança deixando o local onde o carro-bomba foi abandonado.

*Com informações de agências internacionais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos