Suspeito pelo atentado em Times Square será indiciado por terrorismo, afirma procurador

Do UOL Notícias
Em São Paulo

O procurador-geral dos Estados Unidos, Eric Holder, anunciou nesta terça-feira (4) que Faisal Shahzad, suspeito de armar o atentado fracassado em Times Square, será indiciado por terrorismo e posse de armas de destruição em massa. O paquistanês responderá por “crimes de terrorismo ativos, que transcendem a fronteira dos Estados Unidos”, afirmou Holder durante um pronunciamento em Washington. "Baseado no que sabemos até agora, é claro que esta foi uma conspiração terrorista destinada a matar americanos em um dos locais mais movimentados de nosso país", completou.

Segundo o procurador, Shahzad está colaborando com a investigação e passou informações "valiosas" às autoridades que cuidam do caso. Há suspeitas de que ele teria tido contato com a Al Qaeda ou a milícia Taleban no país, mas isso não foi confirmado. O FBI (polícia federal dos EUA) está investigando as possíveis ligações de Shahzad com esses grupos.

Em depoimento mais cedo ao FBI, Shahzad, paquistanês com cidadania americana, disse ter agido sozinho e negou qualquer vínculo com grupos radicais de seu país natal. "Ele alegou ter agido sozinho, mas estas afirmações precisam ser investigadas", afirmou um agente que preferiu não se identificar. "Ele admitiu a compra do carro, a montagem do artefato, a colocação deles no carro e o abandono do veículo no local", disse.

De acordo com fontes paquistanesas, Shahzad é descendente da região da Caxemira --região disputada entre Índia e Paquistão--, mas ainda não se sabe se ele era filiado a algum grupo militante da região.

Shahzad foi detido ontem à noite no aeroporto John F. Kennedy, em Nova York, e aparentemente estava tentando fugir do país, com destino a Dubai, nos Emirados Árabes. Faisal tinha retornado aos EUA recentemente, após uma viagem de cinco meses ao Paquistão. Segundo as autoridades, o suspeito é casado e a mulher dele ainda mora no país asiático.

"Às 23h45 (0h45 de Brasília, terça-feira), Faisal Shahzad foi detido", afirma um comunicado da procuradoria de Nova York. "Agentes do FBI e do departamento de polícia de Nova York prenderam Shahazad por ter supostamente dirigido um carro-bomba até Times Square no fim da tarde de 1º de maio", completa a nota. Nesta terça-feira (4), ele deverá ser levado ao tribunal para esclarecer o caso.

As autoridades americanas começaram a procurar o suspeito depois que rastrearam o antigo proprietário do veículo Nissan preto, registrado anteriormente na cidade de Bridgeport (Connecticut), que tinha anunciado a caminhonete para venda em vários sites de revenda de carros. Segundo o antigo dono, o suspeito pagou o carro em dinheiro vivo e a venda foi tratada sem qualquer documentação formal, ao custo de cerca de U$ 2.000.

Hoje pela manhã, agentes do FBI revistaram a casa de Shahzad, localizada na mesma cidade e encontraram uma pistola 9 mm com clipes e munições. Segundo uma fonte oficial, 15 sacos de "adubo verde" foram encontrados no lixo do lado de fora da casa de Shahzad.

A polícia de Nova York não confirma nem nega ser Faisal Shahzad o homem filmado por câmeras de segurança deixando o local onde o carro-bomba foi abandonado em Times Square, uma das regiões mais movimentadas de Manhattan.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos