Líderes mundiais parabenizam novo premiê britânico

Do UOL Notícias*
Em São Paulo

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e outros líderes mundiais enviaram mensagens de congratulação ao conservador David Cameron, que assumiu a chefia do governo britânico nesta terça-feira (11), após a renúncia de Gordon Brown.

Em conversa telefônica, o presidente Obama convidou Cameron para uma visita a Washington e afirmou que continua comprometido com o “relacionamento especial” entre os dois países.

“Os Estados Unidos não têm amigo e aliado mais próximo do que o Reino Unido, e eu reitero meu profundo compromisso pessoal com o relacionamento especial entre nossos dois países, uma ligação que tem persistido por gerações e para além das linhas partidárias, e que é essencial para a segurança e prosperidade de nossos dois países e do mundo”, afirmou Obama.

A sede do Poder Executivo britânico, o escritório da Downing Street 10, informou que o novo premiê também recebeu telefonema da chanceler alemã, Angela Merkel. “Eles discutiram brevemente a economia mundial e a agenda europeia comum”, informou o governo.

O palácio do Eliseu, em Paris, informou que o presidente francês, Nicolas Sarkozy, expressou “cordiais cumprimentos” a David Cameron.

De acordo com o governo francês, Sarkozy desejou sucesso ao novo premiê e disse que “espera trabalhar junto com Cameron para reforçar a íntima cooperação e os laços excepcionais que ligam França e o Reino Unido”.

Para o presidente francês, apenas trabalhando juntos os dois países poderão ser ouvidos em questões como segurança global, crise financeira e mudança climática.

O premiê canadense, Stephen Harper, ofereceu seus cumprimentos a Cameron e destacou que os dois países estão unidos por valores como “liberdade, democracia, direitos humanos e o mandamento da lei”.

O Partido Trabalhista, que estava no governo há 13 anos, conquistou 258 das 650 cadeiras na Câmara dos Comuns nas eleições de 6 de maio e não conseguiu viabilizar uma coligação que lhe garantisse maioria. Por isso, Gordon Brown apresentou na tarde de hoje sua renúncia à rainha Elizabeth 2ª e deixou o cargo de primeiro-ministro.

Em seguida, Cameron foi convidado pela monarca para encabeçar um novo governo, e anunciou que vai liderar uma coalizão com os liberais-democratas. Juntos, conservadores e liberais têm 363 das 650 cadeiras da câmara baixa.

*Com informações da Reuters

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos