Candidatos à Presidência da Colômbia entram na reta final da campanha

Luiz Antônio Alves
Da Agência Brasil
Em Brasília

Os sete candidatos à Presidência da Colômbia começam hoje (24) a última semana da campanha sem realizar atos públicos, vedados pelas regras eleitorais do país nessa etapa, apostando exclusivamente na publicidade em jornais e na televisão e em pequenos encontros setoriais. As eleições serão realizadas no próximo domingo (30), segundo informações da Telam, agência oficial de notícias da Argentina.

As últimas pesquisas informam que apenas dois candidatos têm chances concretas de suceder ao presidente Álvaro Uribe: o governista do Partido de La U. (Partido Nacional da Unidade Nacional) e ex-ministro da Defesa, Juan Manuel Santos, e o do Partido Verde, Antanas Mockus, ex-prefeito de Bogotá, considerado a grande surpresa da campanha.

As pesquisas eleitorais diferem nos números, mas indicam que os dois principais candidatos deverão partir para o segundo turno, previsto para o dia 20 de junho. Se o segundo turno se confirmar no próximo domingo, os candidatos poderão formar alianças políticas, abrir negociações entre os partidos que ficarão fora da disputa e realizar acordos que julgarem necessários à vitória.

O presidente Álvaro Uribe deixará a presidência da Colômbia com imagem positiva de 70% perante a população. Durante seu governo, Uribe dedicou praticamente todo o seu tempo a combater o terrorismo das guerrilhas, em particular o Exército da Libertação Nacional (ELN) e as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia).

Forte esquema de segurança, envolvendo 350 mil homens, foi montado para impedir a ação dos guerrilheiros, que podem agir coagindo eleitores ou evitando que eles cheguem às urnas, além de subornar mesários. Há também o temor de que hackers, a partir do exterior, provoquem uma guerrilha cibernética para sabotar as eleições.

De acordo com a Missão de Observação Eleitoral - ONG colombiana que acompanha e monitora as eleições - as províncias de Cauca, Nariño, Putumayo, Chocó, Córdoba e Antioquia são as que apresentam o maior risco de alteração da ordem pública.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos