Ataques armados contra duas mesquitas deixam ao menos 42 mortos no Paquistão

Do UOL Notícias*

Em São Paulo

Veja imagens dos locais do ataque

  • Vídeo com áudio original

Pelo menos 42 pessoas morreram nesta sexta-feira (28), em Lahore, leste do Paquistão, em ataques armados contra duas mesquitas. O grupo armado fez reféns nos templos.

"Os terroristas disparam com armas leves e jogam granadas. Eles fizeram reféns", afirmou Muhzar Ahmed, dos serviços de segurança da cidade.

"Minhas equipes me disseram que há muitos mortos e feridos, mas ainda não sabemos quantos", acrescentou.

"A troca de tiros continua, os atacantes estão no teto da mesquita e disparam contra a polícia", informou outra fonte policial, Amjad Iqbal.

Cerca de 2.000 pessoas comparecem em cada uma dessas mesquitas atacadas às sextas-feiras, dia importante de reza para os muçulmanos.

Mesquitas são da seita ahmadi

As mesquitas são da seita ahmadi, movimento religioso fundado no final do século 19 na Índia. Os ahmadi se consideram muçulmanos e seguem os ensinamentos do Corão, mas tem crenças distintas e, por isso, são tidos oficialmente, pelo menos no Paquistão, como não-muçulmanos.

Nos últimos três anos, o Paquistão foi cenário de uma onda de quase 400 atentados -- em sua maioria suicidas -- e de ataques de comandos, realizados principalmente por talebãs aliados da Al Qaeda, e que já deixaram mais de 3.300 mortos em todo o país.

mais de três horas depois dos ataques a polícia paquistanesa conseguiu controlar a região no entorno de uma das mesquitas, onde foram encontrados dezenas de corpos no chão.

* Com agências internacionais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos