Naoto Kan vence eleições internas do partido governista japonês e será novo premiê

Do UOL Notícias*

Em São Paulo

  • Itsuo Inouye/AP

    Naoto Kan comemora a vitória nas eleições internas do Partido Democrático

    Naoto Kan comemora a vitória nas eleições internas do Partido Democrático

O ministro das Finanças do Japão, Naoto Kan, de 63 anos, foi eleito na manhã desta sexta-feira (04) o novo primeiro-ministro do país e ocupará a vaga deixada por Yukio Hatoyama, que renunciou na última terça-feira (01), em virtude da baixa popularidade e da quebra de promessas de campanha.

Com 313 dos 477 votos dos deputados da Câmara Baixa japonesa, Naoto Kan foi ratificado para o cargo logo após ter sido eleito presidente do Partido Democrático (PD). Como o partido tem maioria absoluta na Câmara de representantes, a eleição de Kan estava praticamente garantida.

Kan derrotou seu único adversário: o pouco conhecido deputado Shinji Tarutoko, ligado ao atual secretário-geral, Ichiro Ozawa. Ele também abandonará o cargo a pedido de Hatoyama, que exigiu a renúncia de todo o primeiro escalão do seu governo ao deixar o poder.

O ministro das Finanças será o sexto premiê japonês em menos de quatro anos e terá pela frente o desafio de recuperar o apoio popular perdido por Hatoyama, que foi obrigado a renunciar após a polêmica decisão de manter uma base militar do exército dos Estados Unidos na ilha de Okinawa.

Hatoyama ficou apenas oito meses e meio no cargo, depois da vitória com absoluta maioria dos votos nas eleições gerais de 30 de agosto do ano passado. Segundo analistas, a renúncia do ex-primeiro-ministro foi uma estratégia política para dar sobrevida do partido no poder.

No próximo mês de julho, os japoneses saem às urnas para renovar parte do Senado. A missão do novo primeiro-ministro é preparar o partido para o pleito e garantir maioria necessária para continuar governando e fazer as reformas para reduzir a enorme dívida publica do país, que já é o dobro do tamanho do PIB.

Após ser eleito novo líder do PD, Kan reconheceu que a situação política no Japão é complicada, mas se comprometeu a "superar os problemas e reconstruir o país".

Naoto Kan será o sexto chefe de Governo do Japão desde setembro de 2006, após Junichiro Koizumi, Shinzo Abe, Yasuo Fukuda, Taro Aso e Yukio Hatoyama, respectivamente. Ex-ministro da Saúde, Kano é considerado um dos políticos mais populares do partido que ajudou a fundar em 1996. 

*Com informações das agências internacionais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos