Taleban executa menino de 7 anos acusado de ser espião, diz governo afegão

Do UOL Notícias*

Em São Paulo

Raio-X do Afeganistão

  • UOL Arte


    Área: 652.230 km² (sem saída para o mar)
    População: 33 milhões
    Urbanização: 24% da população é urbana
    Taxa de fertilidade: 6,5 crianças nascidas por mulher (4º maior do mundo)
    Mortalidade infantil: 151 mortes por 1000 nascimentos (3º maior do mundo)
    Expectativa de vida ao nascer: 44,5 anos
    Grupos étnicos: pashtun (42%), tajik (27%), hazara (9%), usbeque (9%) e outros
    Religião: sunitas (80%), xiitas (19%), outros
    Alfabetização: homens, 43%; mulheres, 12%
    Taxa de desemprego: 40%
    Fonte: CIA World Factbook 2009

Militantes do Taleban mataram um menino de 7 anos de idade, acusado de ser espião do governo do Afeganistão, afirmaram oficiais do país nesta quinta-feira (10). A execução do menino ocorreu na cidade de Sangin, na província de Helmand.

"Eu não acredito que haja um crime maior que esse", afirmou o presidente afegão, Hamid Karzai. "Uma criança de 7 anos de idade não pode ser um espião. Uma criança de 7 anos de idade não pode ser nada além de uma criança de 7 anos de idade. É um crime contra a humanidade", completou.

Há 3 anos, uma senhora de 70 anos de idade e uma criança que viviam em Musa Qala (também em Helmand) foram assassinadas pela mesma alegação: espionagem.

O Taleban entrou recentemente numa fase ainda mais sangrenta. O grupo iniciou no último dia 10 de maio uma campanha denominada "Al-Faath" ("Vitória"), e desde então realizaram vários ataques contra bases das tropas estrangeiras no Afeganistão.

No entanto, a milícia insurgente também incluiu entre seus objetivos as companhias logísticas ligadas a tarefas de reconstrução, e a "todos aqueles que apoiem ou trabalhem pelo fortalecimento do domínio estrangeiro", segundo comunicado do grupo.

As tropas internacionais presentes no Afeganistão preparam há meses uma intensa campanha em Kandahar, que é um dos focos mais conflituosos do Afeganistão e um tradicional bastião dos insurgentes talebans.

Nos últimos cinco dias morreram 23 soldados estrangeiros no Afeganistão, quatro deles pela queda de um helicóptero na província de Helmand (vizinha a Kandahar) e os demais por explosões de bombas e tiroteios.

* Com informações da CNN e da EFE

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos