Acaba hoje o prazo dado a BP para apresentar plano de contenção de vazamento

Do UOL Notícias
Em São Paulo

Acaba nesta sexta-feira (11) o prazo da BP (British Petroleum) para apresentar um plano detalhado com medidas para acabar com o vazamento de petróleo no Golfo do México. O ultimato foi dado pelo governo norte-americano através de um comunicado do Departamento de Segurança Nacional, divulgado na quarta-feira (9).

A carta, datada de terça-feira, foi enviada ao diretor-geral de operações da BP nos Estados Unidos, Doug Suttles. Segundo o documento, “a BP deve apresentar os planos dos processos paralelos, contínuos e alternativos de contenção, incluindo um calendário de aplicação no prazo de 72 depois do recebimento desta carta”.

Ações da BP caem mais de 40% desde acidente

Desde o acidente com a "Deepwater Horizon", que afundou no Golfo do México em abril, causando o maior desastre ambiental da história dos Estados Unidos, as ações da BP (British Petroleum), responsável pela plataforma, caíram mais de 40%, o que representa a desvalorização de cerca de US$ 73 bilhões no valor de mercado da empresa.

O vazamento causado pela explosão e posterior afundamento de uma plataforma de petróleo operada pela companhia "deixou milhões de litros de petróleo no golfo do México, pelos quais a BP é responsável", ressaltou.

O governo também ordena a BP relatar as demandas apresentadas contra ela por pessoas ou empresas prejudicadas pelo vazamento do óleo.

O encarregado americano do controle de desastres, Thad Allen, pede à BP, no documento, "informação detalhada sobre esses processos, assim como os cálculos do pagamento de indenizações.

A medida foi tomada em meio a muitas críticas pela falta de informação sobre a quantidade de petróleo que está sendo recuperada e a que continua a fluir no oceano, gerando o que o governo declarou como o maior desastre ecológico da história dos Estados Unidos.

O acidente com a "Deepwater Horizon" é o pior vazamento de petróleo na história dos EUA, superando o acidente de 1989 com o navio Exxon Valdez no Alasca. Os milhões de litros de óleo já derramados estão causando graves prejuízos ambientais e econômicos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos