Venezuela anuncia apoio ao programa nuclear do Irã

Renata Giraldi
Enviada especial da Agência Brasil
Em Toronto (Canadá)

O governo do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, divulgou ontem (25) um informe, na Agência Venezuelana de Notícias, no qual declara apoio ao programa nuclear do Irã. Segundo o informe, o governo do presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, tem direito de enriquecer o urânio para fins pacíficos, como a fabricação de medicamentos.

A reportagem da agência venezuelana cita o apoio da Venezuela às afirmação do diretor da Organização de Energia Nuclear do Irã, Ali-Akbar Salehi, que informou na última semana que foram produzidos 17 quilos de urânio enriquecido a 20% no país. “O Irã poderia enriquecer urânio em qualquer nível. É um direito do Irã", disse Salehi. “Nós temos assegurado o nosso direito de enriquecer combustível na medida em que precisamos".

De acordo com a reportagem, a reação dos Estados Unidos à iniciativa não corresponde ao respeito aos direitos internacionais. Como exemplo, a agência citou informações da imprensa oficial da Rússia, que também criticou a reação do governo do presidente norte-americano, Barack Obama.

O apoio da Venezuela ao programa nuclear iraniano foi divulgado hoje (26) na agência de notícias oficial do Irã, a Irna. Para os iranianos, o comunicado de apoio foi um suporte para o Irã, que sofre sanções do Conselho de Segurança das Nações Unidas, dos Estados Unidos, da União Europeia e do Canadá. Para parte da comunidade internacional, o programa nuclear iraniano esconde a intenção do país islâmico de produzir armas atômicas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos